Foto: Luiz Alves

O espetáculo teatral infantil “O Pequeno Ogum” se apresenta gratuitamente em comunidades quilombolas do Ceará entre os dias 27 de janeiro e 4 de fevereiro de 2017. O projeto, denominado de “Visita aos Territórios Quilombolas”, foi contemplado pelo X Edital de Incentivo às Artes do Ceará 2015, da Secretaria da Cultura do Estado (Secult), e faz parte de pesquisas feitas pelo ator e diretor Edivaldo Batista sobre a mitologia e narrativas dos Deuses africanos ligados aos deuses iorubanos, nagôs, da África Ocidental, que aqui no Brasil são conhecidos dentro dos cultos Candomblé como Orixá. A apresentação conta também com a cantora Juliana Roza.

Após o espetáculo, o ator Edivaldo Batista conduzirá uma conversa com o público das comunidades sobre a apresentação e sobre as questões de territorialidades pelas quais as comunidades de remanescentes de quilombo lutam. Ao todo, cinco comunidades vão receber a peça teatral em municípios do Interior do Estado, como Itapipoca e Tururu, e da Região Metropolitana de Fortaleza, como Pacajus e Horizonte. Todas os territórios foram reconhecidos como quilombolas, em 2012, pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

O espetáculo conta a história do menino Ogum que, desde cedo, descobre em si a vontade de se tornar um guerreiro. Para isso, é preciso aventurar-se por lugares desconhecidos, reafirmando a força de seus descendentes guerreiros. Para compor a narrativa do pequeno Ogum, Edivaldo utilizou referências dos reisados do interior do Ceará, com cores e vestimentas da cultura popular, além de lendas e mitos do Orixá Ogum.

O objetivo é dialogar com temáticas sobre cultura negra, reforçando a visibilidade e a luta dessas comunidades. Além disso, os debates, que acontecem sempre após as apresentações, servem como um processo pedagógico que Edivaldo procura desenvolver sobre a desmistificação da cultura africana, ao mesmo tempo em que defende uma educação que recupere as memórias históricas e fortaleça as identidades dos habitantes das comunidades.
Com foco na literatura africana, “O Pequeno Ogum” faz parte de uma série de pesquisas feitas pelo idealizador deste processo, que investiga procedimentos para compor cenas que abordem a ancestralidade e a negritude na linguagem narrativa e o reisado cearense na estética das apresentações. Neste contexto, Edivaldo possui outros trabalhos, como “Iroko” ( 2012), “Histórias de Heróis Negros” ( 2016), “Yemonja e a Princesa Negra” (2016) e demais projetos que envolvem, inclusive, oficinas e cursos.
Após as apresentações em comunidades quilombolas, “O Pequeno Ogum” faz temporada em Fortaleza, no Sesc Iracema, nos domingos de fevereiro (dias 5, 12 e 19), às 16h. A entrada é gratuita.

“Levar um espetáculo infantil para essas comunidades e discutir com a população afrodescendente é contribuir com a solidificação de uma cultura material, imaterial e simbólica norteada pelos conhecimentos advindos da cosmovisão africana. O meu interesse em realizar essa circulação do espetáculo ‘O Pequeno Ogum’ é por considerar importante a discussão em torno da implementação de políticas públicas que garantam a estabilidade e autonomia dos elementos dos repertórios culturais de matrizes africanas nessas comunidades” – Edivaldo Batista, ator e diretor do espetáculo.

SOBRE EDIVALDO BATISTA

Edivaldo Batista é ator e pesquisador, diretor, ministrante de cursos e oficinas para atores e estudantes de teatro. Já foi membro dos grupos de Teatro Bagaceira e Teatro Máquina. Formado em Artes Cênicas pelo IFCE em 2011. Tem um trabalho direcionado para crianças desde 2007 junto com atriz e contadora de histórias Paula Yemanja, no qual atua e dirige os espetáculos: “As Fadas” e “A Menina dos Brincos de Ouro”. É assistente de direção do espetáculo “Baldio” do Grupo Pavilhão da Magnólia; e diretor do espetáculo infantil da Companhia Prisma de Artes “João Sortudo”, ambos de 2016.
Serviço:

“Visita aos Territórios Quilombolas”
Espetáculo “O Pequeno Ogum”
Data: 27 de janeiro a 4 de fevereiro de 2017
Local: Comunidades Quilombolas do Ceará em Itapipoca, Tururu, Horizonte e Pacajus (verificar tabela acima com locais e horários)
Gratuito

Temporada em Fortaleza
Data: 5, 12 e 19 de fevereiro de 2017
Horário: às 16h
Local: Sesc Iracema (Rua Bóris, 90 – Praia de Iracema)
Gratuito


COMENTE ABAIXO ⬇

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.