25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Volta dos eventos: Governo do Ceará afirma que ‘não há absolutamente nada definido’ sobre retorno

Afirmação contradiz o dito pelo secretário de Turismo, Arialdo Pinho, que apontou o dia 1º de setembro como data de retomada para o setor.

mais lidas

O Governo do Estado desdisse o secretário de Turismo Arialdo Pinho e afirmou que “não há absolutamente nada definido ainda” sobre o retorno dos eventos no Ceará. Na tarde de ontem, em live do portal Mercados & Eventos, o secretário afirmou que “parte dos eventos” seriam autorizados a partir de 1º de setembro, no Estado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em nota enviada ao Diário do Nordeste, o Governo do Estado informou que “há muita especulação”. “O que há são discussões e propostas, que ainda estão em avaliação no comitê. Sobre Réveillon, muito menos”, detalha o texto.

A declaração opõe o informado por Arialdo e confirmado por representantes do setor. “Todos os setores e eventos, a partir do dia 1º, nós já estamos abrindo parte dos eventos, numa situação sequencial, gradual e até o fim de outubro deve estar tudo funcionando”, foi a frase do secretário.

Fases e Réveillon

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Fonte ligada ao setor de eventos ainda revelou que a volta ao trabalho se dará em 4 fases, definidas em reuniões com representantes do governo cearense.

“Falta ainda eles (Governo do Estado) lançarem o protocolo com as definições. A ideia proposta foi de reabrir o setor a partir do início de setembro. Eles vão fazer o decreto e o protocolo. A ideia é começar com um número de pessoas menor e isso pode aumentar com as fases. Não tem nada decidido ainda. Foi uma proposta apresentada pelo Governo do Estado”, explicou a fonte sob condição de anonimato.

Arialdo ainda afirmou que o Réveillon de Fortaleza iria acontecer, mas que o modelo ainda estaria sendo discutido, o que foi negado pelo Governo.

Fonte: Diário do Nordeste

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!