25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Vacinação contra Covid-19 começa na quarta-feira (20) em todo o Ceará

As vacinas contra Covid-19 chegam ao Ceará nesta segunda-feira, 18 de janeiro, e começam a ser distribuídas aos municípios no mesmo dia.O processo de imunização será iniciado em todos os municípios do Estado, simultaneamente.

mais lidas

O Estado do Ceará vai receber do Ministério da Saúde 218 mil doses da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac, nesta segunda-feira (18). A previsão é que o lote com o imunizante chegue ao estado no início da tarde.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com a Secretaria da Saúde (Sesa), a quantidade é suficientes para vacinar 109 mil pessoas nesta primeira remessa, uma vez que cada pessoa deve receber duas doses do imunizante em um intervalo de 21 dias. O processo de imunização começa na quarta-feira (20) em todos os municípios cearenses, simultaneamente. 

Além disso, refrigeradores e insumos para a vacinação, que incluem seringas, agulhas, luvas e algodão, já começaram a ser distribuídos no Estado na semana passada. Estado vai receber 96 volumes – 2.880 kg – em avião da Força Aérea Brasileira (FAB). É o oitavo maior carregamento do País.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com  secretário de Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, a pasta  fez uma divisão dos profissionais de Saúde em 4 grupos. Segundo ele, os que estão na linha de frente contra a  Covid-19 somam cerca de 70 mil pessoas. Esses profissionais das unidades públicas e privadas serão imunizados nos locais onde trabalham. Eles estão na primeira fase do plano de vacinação.

Além deles, idosos acima de 80 anos e que estejam abrigados também terão prioridade neste momento. Todos os grupos da Fase 1 serão vacinados na medida que cheguem mais lotes nas próximas semanas. 

Imunizante 

O uso emergencial das vacinas Coronavac, do laboratório Sinovac, e AstraZeneca/Universidade de Oxford foi aprovado por unanimidade pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), durante reunião realizada neste domingo (17). Os imunizantes contra Covid-19 são os dois primeiros a serem autorizados para uso no Brasil. .

Neste domingo, duas vacinas foram aprovadas para uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A primeira brasileira a ser imunizada no País foi a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos.

Grupos prioritários

No Ceará, a aplicação das doses será feita seguindo a ordem de grupos prioritários. Na primeira fase, serão vacinados os trabalhadores da área da saúde que estão na linha de frente contra a Covid-19; idosos acima de 75 anos; pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência; e a população indígena

Já a segunda fase de vacinação contempla a população com idades entre 60 e 74 anos. Pessoas com comorbidades entram na terceira fase. 

Para auxiliar no armazenamento de vacinas contra a Covid-19, a Universidade Federal do Ceará (UFC) ofereceu oito freezers de alta potência. Os equipamentos pertencem à Faculdade de Medicina, e podem conservar cerca de 53 milhões de doses a uma temperatura de 70 graus negativos. 

Locais de vacinação

Alguns dos locais estipulados para receber a população que irá se vacinar contra a Covid incluem o Centro de Eventos, o estádio Presidente Vargas, a Arena Castelão, o Ginásio Paulo Sarasate e o Centro de Formação Olímpica (CFO), todos em Fortaleza. 

A Capital cearense também será um dos Centros de Distribuição da vacina contra a Covid-19 no Nordeste, assim como Recife e de Salvador. A informação foi repassada pelo prefeito Sarto Nogueira, em dezembro do ano passado.  

Prefeitos se preparam no interior

Com início da vacinação previsto para quarta (20), prefeitos de municípios cearenses disseram que já têm equipes preparadas, estão recebendo os insumos e os planos de imunização estão prontos para serem executados. Ao chegar ao Ceará, as doses serão encaminhadas por aeronaves do Estado aos municípios. 

Neste domingo (17), após a aprovação da Anvisa, o prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira (PDT), publicou, nas redes sociais, a situação da Capital para aplicar as doses na população. “Já temos nosso plano de vacinação e estamos prontos para iniciar a imunização dos grupos prioritários, começando pelos trabalhadores de saúde da linha de frente”, disse. O pedetista está em São Paulo junto com o governador Camilo Santana (PT). Eles irão acompanhar a saída do primeiro lote de imunizantes para o Ceará, na manhã desta segunda (18).

O prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra (Podemos) disse que aguarda informações sobre quantas vacinas serão destinadas ao município. “O governador disse que até o dia 20 receberemos as doses. Estamos qualificando os profissionais e preparando os pontos de apoio”, afirmou. Em Maracanaú, o prefeito Roberto Pessoa (PSDB) aguarda a distribuição pelo Governo do Estado. O tucano chegou a visitar São Paulo no mês passado, quando manifestou o interesse em comprar 8 mil doses da vacina produzida pelo Instituto Butantan. Contudo, com o contrato assinado pela instituição com o Governo Federal, a compra não poderá ser efetivada. 

“Já temos 16 mil seringas, estamos aguardando mais 30 mil. O pessoal está habilitado e 28 postos de saúde foram preparados. Agora estamos esperando o Governo Federal”, disse. No Crato, José Ailton Brasil (PT) disse que usará toda a rede pública de saúde da Cidade. 

“Nosso plano está pronto, só à espera das doses. E as seringas chegam no início desta semana, segundo informou o governador”, declarou. De acordo com o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems-CE), 1,3 milhão de agulhas e seringas serão distribuídas para todos os 184 municípios cearenses até amanhã.

Fonte: Diário do Nordeste

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!