25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Nível de risco para a Covid-19 é altíssimo em 173 cidades do Ceará

Dentre os 184 municípios cearenses, apenas um, conforme os dados mais atualizados no Integrasus, apresenta risco moderado para a doença.

Publicidade
Publicidade

mais lidas

Dos 184 municípios do Ceará, em 173, incluindo Fortaleza, o nível de risco para a Covid-19 é considerado altíssimo. A métrica da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), divulgada no Integrasus, vai de risco abaixo (nível 1) a altíssimo (nível 4). Nesse último caso, evidencia que há acentuação de fatores, como: a taxa de ocupação dos leitos ser mais que 95%, a de letalidade ser superior a 3%, e a positividade de testes ser maior que 75%.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Outras 10 cidades  estão no risco alto (nível 3), e apenas um município está no risco moderado (nível 2). Os índices quanto ao grau de risco para a Covid começaram a ser divulgados pela Sesa em dezembro de 2020. 

Os dados coletados neste sábado (27) apontam a situação constatada nas semanas epidemiológicas 10 e 11, período que vai de 7 a 20 de março. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Nas semanas epidemiológicas 9 e 10, que compreenderam o período entre 28 de fevereiro e 13 de março, todos os municípios cearenses estavam em nível de risco alto ou altíssmo para Covid-19.

MUNICÍPIOS COM RISCO ALTO – NÍVEL 3:

  • Acarape
  • Itatira
  • São João do Jaguaribe
  • Solonopole
  • Quixelô
  • Pereiro
  • Lavras da Mangabeira
  • Caririaçu
  • Santana do Cariri
  • Potengi

MUNICÍPIO COM RISCO MODERADO – NÍVEL 2:

  • Ereré

Na cidade de Ereré, localizada no Vale do Jaguaribe, com pouco mais de 7,2 mil moradores, única com risco moderado no período mencionado, os índices avaliados apresentaram condições positivas ou estavam em situação de melhoria. 

No município, tanto a taxa de internações de pacientes como a de letalidade estavam zeradas nas semanas epidemiológicas 10 e 11. Já a positividade dos testes para a doença estava em 3,5%, com tendência de queda. 

No Estado, já são 522 mil casos confirmados da doença. Desde o dia 5 de março, Fortaleza está em isolamento social rígido, e desde o dia 13 de março todo o Estado também entrou em lockdown para tentar conter os casos da doença e o aumento de internações e óbitos. 

Na última sexta-feira (26), o Governo do Estado prorrogou a validade da medida até o dia 4 de abril. Segundo o Governo, dependendo dos indicadores de saúde resultantes do lockdown, o Estado irá discutir a previsão de retomada gradual das atividades não essenciais a partir do dia 5 de abril. 

ENTENDA AS CLASSIFICAÇÕES DE RISCO

A metodologia que define os quatro diferentes níveis de alerta considera os seguintes critérios: 

Novo Normal – taxa de ocupação dos leitos menor que 70%; taxa de letalidade menor que 1%; percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 menor que 25%;

Moderado – taxa de ocupação dos leitos entre 70% e 80%; taxa de letalidade entre 1% e 2%; percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 entre 25% e 49,9%;

Alto – taxa de ocupação dos leitos entre 80,1% e 95%; taxa de letalidade entre 2% e 3%; percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 entre 50% e 75%;

Altíssimo  – taxa de ocupação dos leitos maior que 95%; taxa de letalidade maior que 3%; percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 maior que 75%.

Fonte: Diário do Nordeste

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Publicidade

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!