Municípios cearenses contabilizam um montante R$ 63,8 milhões em repasse, com destaque para Itapipoca, que recebeu R$ 7,41 milhões somente neste ano, segundo os dados divulgados pela ANP ( Foto: CID BARBOSA )

O Estado do Ceará já acumula um total de R$ 8,4 milhões em royalties de petróleo no primeiro semestre deste ano, segundo apontou levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP). O montante contabilizado, no entanto, representa apenas 0,21% dos R$ 3,96 bilhões repassados a estados brasileiros neste ano.

Detentor de R$ 2,49 bilhões, o Rio de Janeiro possui a maior fatia na divisão dos royalties do petróleo, seguido pelo Espírito Santo (R$ 524,40 milhões) e São Paulo (R$ 466,12 milhões).

Entre os estados da região Nordeste, a liderança é ocupada pela Bahia, com o montante total de R$ 119,66 milhões. Em seguida, está o estado do Rio Grande do Norte ( R$ 114,58). Logo após, vem o estado do Ceará, segundo a ANP.

Municípios de maior repasse

Entre os municípios cearenses, Itapipoca lidera a lista dos que mais recebem repasses oriundos do petróleo, com um montante de R$ 7,41 milhões somente em 2018. Em seguida vem Trairi, que apresenta um total de R$ 7,11 milhões, conforme atestam os dados da ANP.

Aracati fecha a lista dos três de maior repasse com R$ 7,08 milhões, mas Itarema (R$ 6,70 milhões), Icapuí (R$ 6,58 milhões), Maracanaú (R$ 6,54 milhões), Amontada (R$ 6,53 milhões), Fortaleza (R$ 5,01 milhões) e Paraipaba (R$ 4,26 milhões) contabilizam maior parte dos recursos. Ao todo, os municípios do Ceará contabilizam um repasse de R$ 63,8 milhões em royalties somente em 2018.

Beneficiários

Já os beneficiários nacionais contabilizam, juntos, R$ 14,01 bilhões entre janeiro e junho, de acordo com o levantamento da ANP. O montante é dividido entre estados (R$ 3,96 bilhões), municípios (R$ 4,80 bilhões), Fundo Especial (1,16 bilhão), comando da Marinha (R$ 996,03 milhões), Ministério da Ciência e Tecnologia (R$ 727,83 milhões), Fundo Social (R$ 2,25 bilhões) e Educação e Saúde (R$ 95,37 milhões).

Preço da gasolina mantido

Já quando o assunto é combustíveis, a Petrobras anunciou a manutenção do preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias em R$ 2,2514 para esta terça-feira, dia 18. Com isso, o combustível permanece na máxima histórica desde que a estatal passou a divulgar o preço médio diariamente em seu site, em 19 de fevereiro. Já o preço do diesel permanece em R$ 2,2964, conforme tabela disponível no site da empresa.

Em 6 de setembro, a diretoria da companhia anunciou que além dos reajustes diários da gasolina, terá a opção de utilizar um mecanismo de proteção (hedge) complementar.


COMENTE ABAIXO ⬇

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.