25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

PF deflagra operação em investigação sobre barco que encalhou com contrabando em Itapipoca

Cerca de 60 policiais federais cumprem, ao todo, 14 mandados de busca e apreensão no Ceará e no Pará

mais lidas

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta sexta-feira (6), a Operação Encalhe para aprofundar as investigações envolvendo uma embarcação que encalhou, em setembro de 2019, entre as praias de Mundaú (Trairi) e Baleia (Itapipoca), no litoral do Ceará.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Cerca de 60 policiais federais cumprem 14 mandados de busca e apreensão, sendo nove no Ceará, nos municípios de Trairi e Itapipoca e cinco nas cidades de Belém, Barcarena e Soure, no Estado do Pará. Foi de lá que teria partido a embarcação, abandonada pela tripulação com cerca de 20 mil carteiras de cigarros. 

De acordo com a PF, diversos participantes da rede criminosa foram identificados, mas o objetivo da operação é “reunir elementos para delimitar a participação de cada um dos envolvidos e identificar eventuais financiadores do contrabando de cigarros no litoral cearense”.  

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ainda segundo a instituição, todos os identificados poderão responder pela prática dos crimes de contrabando e de associação criminosa, cujas penas podem ultrapassar 10 anos de prisão.

Dados pessoais dos presos ou investigados, entretanto, não podem ser repassados devido ao normativo do abuso de autoridade, complementa a Polícia Federal. 

Como o grupo teve acesso à grande quantidade de cigarro, supostamente importado, a origem e o destino do material contrabandeado estão entre os pontos ainda investigados pela PF.

ENCALHE

A polícia tomou conhecimento do encalhe da embarcação no litoral cearense ao receber a denúncia de que o conteúdo estava sendo saqueado. 

“Ele já amanheceu encalhado. No sábado a maré estava bem alta. O pessoal fez o saque da mercadoria que estava no barco. Era uma carga de cigarros e pela marca não era nacional”, contou o morador Everaldo Farias.

Porém, no local, os policiais do Batalhão de Turismo não identificaram suspeitos saqueando a carga. 

Fonte: Diário do Nordeste

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!