25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Bares e igrejas seguem abertos em Itapipoca durante quarentena, denunciam moradores

Estabelecimentos de serviços não essenciais foram flagrados funcionando na cidade; Polícia Militar atua para inibir aglomerações.

mais lidas

“Estão como se estivessem de férias”. É assim que um morador (que preferiu não se identificar) de Itapipoca, a cerca de 130km de Fortaleza, descreveu a situação da cidade no período de quarentena, determinado pelo Governo do Estado. Vídeos obtidos pela reportagem mostram aglomerações de pessoas em bares da cidade, contrariando o decreto estadual válido até 20 de abril.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Eles não entendem, acham que só Fortaleza tem o coronavírus e que ele não vem pra cá. O pessoal aqui do interior é muito difícil de entender as coisas. Eles veem as notícias nos jornais, mas fazem de conta que não. Até acontecer um caso na família, né? Porque se não parar (de burlar o isolamento), é isso que vai acontecer”, desabafa o morador.
 

De acordo com dados do Integra SUS, plataforma da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), Itapipoca já tem um caso confirmado de Covid-19, e outros 49 suspeitos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A cidade decretou situação de emergência na Saúde, em março deste ano, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, mas permanece com serviços não essenciais em funcionamento. “Bares abertos, igrejas, tudo funcionando como se não existisse uma quarentena aqui, na cidade”, informou o itapipoquense. 
 
Proibição
 
Neste fim de semana, aponta a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), “dois indivíduos foram conduzidos para a Delegacia Regional de Itapipoca suspeitos de promoverem aglomeração de pessoas na cidade”. A primeira ocorrência se deu na noite deste sábado (11), quando policiais militares do 11° Batalhão detiveram um homem de 22 anos que estava em posse de um paredão de som, no Sítio do Meio. Durante a ação, equipamentos de som foram apreendidos. 
 
Já na madrugada deste domingo (12), policiais militares foram informados sobre um sítio localizado no Centro, onde pessoas estariam dando uma festa. “Imediatamente, diligências foram realizadas até o local. O proprietário foi identificado e conduzido para unidade da PCCE que cobre a região”. Dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) com base no crime de infração de medida sanitária preventiva (Artigo 268 do Código Penal) foram lavrados.
 
Feriadão
 
Outro problema que tem ocorrido na região é a chegada de pessoas de fora do município, o que se agravou durante o feriado de Páscoa. “Várias pessoas, principalmente de Fortaleza, estão entrando na cidade pra passear. Não tem uma fiscalização”, denuncia. “Só teve uma blitz na sexta-feira (09), na sede do município, aqui na região litorânea, da Praia da Baleia”, completou.
 
Em nota, SSPDS informa que “as forças de segurança atuam em conjunto com a Prefeitura Municipal de Itapipoca com medidas de prevenção e repressão às pessoas que insistem em descumprir o decreto governamental de isolamento social durante a pandemia de coronavírus”. 
 
Além disso, “barreiras sanitárias foram montadas na entrada do município, para evitar o deslocamento de pessoas, e equipes da Polícia Militar (PMCE) e da Polícia Civil (PCCE) realizam um trabalho de conscientização com a população sobre a importância do cumprimento do decreto”.

Fonte: Diário do Nordeste

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!