De Jeju a Sobral: A emocionante história de amor do gamer coreano que viajou 16 mil quilômetros para encontrar a namorada

Conheça a jornada romântica de Yan e Luíza, que conquistou a torcida de quase 1 milhão de seguidores nas redes sociais e ganhou o coração dos brasileiros como um verdadeiro "dorama cearense".

Publicidade

Mais lidas

Uma história de amor que começou em um aplicativo de conversação em inglês conectou dois corações que batiam a mais de 16 mil quilômetros de distância. Yang Seok, carinhosamente conhecido como Yan, um gamer coreano de 28 anos, atravessou oceanos e continentes para finalmente encontrar Luíza Vitória Ribeiro, uma universitária de 20 anos, na cidade de Sobral, no Sertão do Ceará. O encontro, tão aguardado pelos apaixonados, está encantando os internautas e sendo acompanhado com entusiasmo pelos quase 1 milhão de seguidores do casal nas redes sociais.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A história de Yan e Luíza tem todos os ingredientes para um dorama coreano, como são chamadas as novelas no país asiático. O enredo romântico, que ultrapassou barreiras culturais e geográficas, se assemelha aos dramas audiovisuais dramáticos e tem conquistado a torcida dos brasileiros por sua doçura e autenticidade.

O namoro à distância teve início após os dois se conhecerem e se tornarem amigos em um aplicativo de conversação em inglês. Com o passar do tempo, a amizade evoluiu para um amor verdadeiro, consolidado através de videochamadas e trocas constantes de carinho e cumplicidade.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A chegada de Yan ao Brasil, no dia 14 de julho, foi o ápice desse romance virtual que ganhou vida. Foram três longos dias de viagem, envolvendo quatro voos e um táxi, para que o corajoso gamer pudesse finalmente abraçar a sua amada. O encontro foi mágico e emocionante, conforme relatou Luíza, que se encantou ao estar ao lado da pessoa que tanto amava.

Durante sua estadia no Ceará, Yan tem tido a oportunidade de conhecer e vivenciar a cultura local, acompanhado da família de Luíza, que o recebeu de braços abertos. Momentos especiais foram compartilhados em torno de comidas típicas, passeios pelos pontos turísticos e até mesmo uma aventura de moto com o pai da jovem.

Os planos do casal não param por aí. Yan tem autorização para permanecer no Brasil por três meses, de acordo com seu visto, e após esse período, retornará à Coreia para obter um novo visto e reencontrar sua amada. O futuro dessa história de amor tão singular está cheio de esperança e promessas.

Embora o romance de Yan e Luíza possua todos os elementos de um típico dorama coreano, a jovem revela que só começou a assistir a essas produções após conhecer o amado. Para ela, o interesse dos internautas e a repercussão nas redes sociais se dão por outros motivos, como a espontaneidade e a representatividade de uma relação interracial, especialmente por ela ser nordestina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!