PF deflagra operação contra organização criminosa que acessa dados pessoais de segurados do INSS

Mandados de busca, apreensão e prisão temporária são cumpridos em cinco estados brasileiros

Publicidade

Mais lidas

Na manhã desta quinta-feira (6), a Polícia Federal deu início à Operação Upgrade, que visa desmantelar uma organização criminosa envolvida na obtenção ilegal de dados pessoais de segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A ação, que recebeu esse nome em referência ao aprimoramento das investigações anteriores, conta com a mobilização de mais de 100 agentes federais e abrange os estados de São Paulo, Ceará, Distrito Federal e Rio de Janeiro.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A operação é um desdobramento das anteriores Operações Chupa-Cabra 1 e 2 e Backup, que ocorreram em Teresina, no Piauí, e em São Paulo. Durante a investigação, foram encontrados dispositivos clandestinos, conhecidos como chupa-cabra, instalados em duas agências do INSS na capital piauiense. Esses dispositivos tinham como objetivo roubar os dados pessoais dos segurados.

A descoberta dos equipamentos levou os policiais até uma empresa de fachada, sediada em São Paulo, utilizada como base para a prática dos crimes. Os criminosos cessavam os benefícios dos segurados e desviavam os recursos retrativos para contas distintas das dos beneficiários.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Além disso, foram identificados vazamentos de senhas de servidores e invasões no sistema do INSS em outros estados, indicando a amplitude das atividades ilícitas da organização criminosa.

Segundo o INSS, estima-se que esses crimes possam ter causado danos milionários ao Tesouro Nacional. Os acusados enfrentarão acusações de organização criminosa, furto eletrônico, invasão de dispositivo informático e lavagem de bens e valores. Caso condenados por todas as acusações, poderão enfrentar penas de até 30 anos de prisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!