25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Professora da rede pública estadual do Ceará acerta tema da redação do Enem 2021

A professora Núbia Rocha, da Escola de Ensino Médio (EEM) Nazaré Severiano, localizada em Santana do Acaraú, conseguiu acertar o tema cobrado na prova de Redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021

Publicidade
Publicidade

mais lidas

A professora Núbia Rocha, da Escola de Ensino Médio (EEM) Nazaré Severiano, localizada em Santana do Acaraú, conseguiu acertar o tema cobrado na prova de Redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, realizada no último domingo (21). A educadora trabalhou em sala de aula assunto da invisibilidade social associada à falta de documentos pessoais, com seus alunos da 3ª série, duas semanas antes da aplicação da prova.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ao saber do feito, Núbia mostrou-se emocionada. “Não só acertei, como avisei aos alunos que a minha intuição me dizia que esse seria o tema. Minha reação foi um misto de riso e choro”, relata.

De acordo com a professora, todos os alunos lembraram de agradecê-la após a conclusão da prova. “Inclusive, me falaram que a Redação foi a prova mais fácil”, salienta.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A estudante Lucivânia Santos chegou a tirar nota 1.000 no exercício que fez alguns dias atrás e, com isso, acredita ter tido bom desempenho no Exame propriamente dito. “Quando vi o tema da Redação, fiquei tão nervosa e surpresa, que custei a acreditar que fosse real”, conta. “O trabalho de escrita foi feito ao longo de todo o ano, inclusive nas aulas que tivemos on-line, o que nos ajudou a ter mais fluência na hora da avaliação”, relembra a aluna.

Millena Évila da Silva, que também fez a prova do Enem, mandou uma mensagem cheia de entusiasmo para a professora. “Você não tem noção da felicidade que senti quando abri a prova e vi a proposta de Redação. Só conseguia pensar: ‘Núbia acertou’. Quando você passou esse tema, eu não vou mentir, odiei. Mas, graças a você consegui fazer uma boa redação!”, reconhece a jovem.

Núbia procura valorizar o hábito de ler e de escrever entre os alunos, não apenas tendo em vista a busca por um bom desempenho em provas, mas principalmente, pela construção de um pensamento crítico e cidadão. “Somos seres de comunicação. A leitura e a escrita são atividades básicas de todo o processo de ensino e aprendizagem”, enfatiza a professora.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Publicidade
Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!