Quase 11 mil estudantes são beneficiados com notebooks entregues pelo Governo do Ceará

Com R$ 20,4 milhões em investimento, a premiação é um reconhecimento à dedicação e esforço de jovens que se destacaram pelo desempenho acadêmico na rede estadual de ensino

Publicidade

Mais lidas

Ana Quezia Dias, de Tianguá, cidade da Serra da Ibiapaba, é uma dos 10.910 jovens contemplados com notebooks entregues pelo Governo do Ceará. O governador Camilo Santana participou da cerimônia de entrega, na manhã desta quinta-feira (9), realizada para 400 representantes, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. Também estiveram presentes a vice-governadora Izolda Cela; a secretária da Educação, Eliana Estrela; o procurador-geral de Justiça do Ceará, Manuel Pinheiro; e o deputado estadual Antônio Granja; além de professores e gestores escolares.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Para Quezia, que concluiu o Ensino Médio na Escola Liceu de Tianguá José Ni Moreira, o notebook vai facilitar o acesso aos estudos que estão cada vez mais on-line. “O notebook vai me ajudar bastante para estudar. Eu tinha ganhado o Tablet do Governo do Ceará, e aí o notebook veio na hora certa. É um reconhecimento por todo o esforço no Ensino Médio”, afirmou a estudante, que iniciou o curso de Letras-Inglês no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) de Tianguá.

A premiação integra a política continuada de Educação do Estado do Ceará, desenvolvida por meio da Secretaria da Educação (Seduc), e reconhece a dedicação e o esforço de estudantes que se destacam pelo desempenho acadêmico na rede estadual de ensino. Foram beneficiados alunos das 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio, incluindo os da Educação de Jovens e Adultos do nível médio (EJA – Médio). O investimento na aquisição dos equipamentos foi de mais de R$ 20 milhões.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O governador falou da alegria de entregar o prêmio aos estudantes, ressaltando a importância de investir em educação. “Eu sempre digo isso, nenhum país do mundo cresceu, se desenvolveu e deu oportunidades sem ter investido na educação. E é o que o Ceará tem feito, com todas as dificuldades que vocês possam imaginar, mas é um orgulho para todos nós, independentemente de ideologia e política, imaginar que o Ceará hoje é uma referência. Precisamos avançar muito, queremos e vamos avançar cada vez mais, mas eu tenho muito orgulho de todos nós cearenses, alunos, professores, familiares e todos os trabalhadores, porque o Ceará hoje tem reconhecimento nacional e internacional pelas suas políticas”, declarou Camilo Santana.

A vice-governadora Izolda Cela também destacou o empenho dos estudantes e dos profissionais que atuam para garantir o desenvolvimento da educação pública no Ceará. “Emoção é o que a gente vê no olho dos professores de vocês quando vocês alcançam esses bons resultados e vitórias. Além de todo o repertório de procedimentos que precisam acontecer, é preciso haver emoção, ter comprometimento real com o que representa o sucesso de cada um de vocês, com a vida aqui e agora, as famílias de vocês e para a nossa sociedade também”, apontou.

Conectividade

Em tom emocionado, Kelvia Ribeiro, de Pacajus, foi uma das estudantes a representar os agraciados, e avaliou que o equipamento amplia o acesso de muitos jovens cearenses ao conhecimento por meio da Internet. Para ela, que cursou todo o Ensino Médio na Escola Dione Maria Bezerra Pessoa, conectividade é um direito alinhado à educação pública de qualidade.

“[Notebook] Vai não só ajudar os outros alunos que não têm condições de comprar, como também vai me ajudar porque eu também não tenho condições. Quando a Ana Laura, minha ex-coordenadora, me ligou, eu fiquei assim sem acreditar. Eu acho que isso é uma iniciativa muito boa do nosso Estado, da nossa Educação, estar proporcionando isso para os alunos, porque eu vi muita gente desistindo da faculdade porque não tinha como assistir a aula, desistindo de ir para a escola”, relatou Kelvia, que agora estuda Terapia Ocupacional na Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Nesse sentido, o Governo do Ceará desenvolve ações para garantir conectividade aos estudantes cearenses. Por meio do Programa Ceará Educa Mais, foram entregues tablets e chips de Internet para os alunos da rede estadual.

“Durante essa pandemia, nós não paramos o Ensino Médio. Nós entregamos cartões de alimentação e cesta básica. Entreguei chips [de Internet] para todos os alunos da rede pública estadual e, aliás, também para alunos de baixa renda das universidades públicas do Estado. Entreguei tablets, e transformei isso em política pública permanente. A pandemia acelerou a conectividade, que é uma ferramenta complementar à educação”, justificou Camilo Santana.

Outra iniciativa que vai expandir ainda mais o acesso à Internet é o Programa Ceará Conectado, desenvolvido por meio da Secretaria do Planejamento e Gestão e da Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice), que levará internet gratuita e acessível para todos os 184 municípios cearenses, integrando órgãos e serviços públicos como as escolas da rede estadual, por exemplo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!