Centro de Triagem de Resíduos Recicláveis é inaugurado em Trairi com apoio da ENGIE

Equipamento garante o destino correto do lixo reciclável produzido na cidade e formaliza a atividade dos catadores, que antes trabalhavam de maneira informal e autônoma.

Publicidade

Mais lidas

O primeiro Centro de Triagem e Resíduos Sólidos Recicláveis de Trairi e mesorregião norte cearense foi inaugurado oficialmente no dia 12 de julho, em solenidade ocorrida no prédio do próprio Centro de Triagem, construído e equipado com apoio da ENGIE Brasil Energia sob a gestão da Associação Sol Nascente dos catadores do município.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Com objetivo de garantir o destino correto ao lixo reciclável gerado em Trairi e organizar a atividade dos catadores, que antes trabalhavam no lixão municipal, a implantação do Centro de Triagem de Resíduos Recicláveis também realiza a capacitação dos catadores, os quais foram organizados com a criação da Associação Sol Nascente, e o incentivo à coleta seletiva no município.

Além dos benefícios em relação ao meio ambiente e ao desenvolvimento social, a implantação do Centro de Triagem com a correta destinação dos resíduos recicláveis também pode trazer benefícios fiscais para Trairi através do chamado ICMS Ecológico, adotado no Estado do Ceará, como incentivo dado aos municípios que buscam alternativas de gestão ambiental.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Faz muito tempo que a gente esperava uma oportunidade e agora surgiu, graças à ENGIE, que fez esse Centro de Triagem para nós. Agora temos um ambiente mais tranquilo e seguro para trabalhar. Então, só gratidão por ter recebido esse equipamento e as oportunidades que estão dando para nós, catadores”, declarou Jurlenia Silva, presidente da Associação Sol Nascente e catadora de lixo reciclável há 15 anos.  

“Gerar desenvolvimento sustentável com foco no social e meio ambiente está na essência da ENGIE. Para nós é de extrema importância apoiar essas iniciativas e oportunizar melhorias nas comunidades onde estamos inseridos. Portanto, ações de incentivo à coleta seletiva municipal e propiciar a integração dos catadores estão em total sintonia com nossas diretrizes”, afirma Domingos Salgado, gerente da Regional Renováveis da ENGIE no Ceará e Rio Grande do Norte.

Durante a solenidade, foi assinado o termo aditivo de compromisso pelas partes envolvidas no projeto (ENGIE, Prefeitura de Trairi e Associação dos Catadores Sol Nascente) firmando condutas a serem cumpridas nos próximos anos para manutenção do equipamento e da atividade organizada de reciclagem.

Com investimento estimado em R$ 600 mil aportado pela Companhia, via subcrétido social do BNDES, o prédio fica na Rua Sítio Ilha, s/n, bairro Vassouras, próximo à Cadeia Pública de Trairi e possui equipamentos como prensa hidráulica com capacidade de 500kg, esteiras de separação, estrutura de galpão, elevador de carga, suportes e sacos big bag.

Também foram entregues 30 kits com equipamentos de proteção individual (EPI) para os catadores contendo blusa com manga longa para proteção dos raios solares, um par de luvas, um boné com touca árabe com proteção para o sol, óculos de proteção, um par de botas sete léguas, um colete reflexivo, um abafador auricular e um repelente.

O ato reuniu representantes da ENGIE, Associação Caatinga (responsável pela capacitação dos catadores com cursos de gestão, oficinas e ações educativas), poder executivo local, autarquia municipal de Meio Ambiente e cerca de vinte catadores beneficiados com o equipamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!