Ministra da Saúde anuncia pagamento retroativo do piso nacional da enfermagem durante conferência em Brasília

Governo federal garante implementação do piso e destaca importância do trabalho da enfermagem

Publicidade

Mais lidas

Nesta quarta-feira (5), durante a 17ª Conferência Nacional de Saúde em Brasília, a ministra da Saúde, Nísia Trindade, anunciou que o governo federal irá pagar o piso nacional da enfermagem com retroativo a partir de maio. A medida atende a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e tem como objetivo garantir melhores condições salariais para os profissionais que atuam no setor de saúde.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Durante seu discurso no evento, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou o pagamento retroativo a partir de maio, mês em que o ministro do STF Luís Roberto Barroso estabeleceu regras para o pagamento do piso aos profissionais da enfermagem nos âmbitos estadual e municipal, seguindo os limites dos valores recebidos pelo governo federal.

Lula ressaltou a importância do trabalho desempenhado pelos profissionais de enfermagem e argumentou que seus salários não podem ser considerados baixos. Ele destacou as atividades diárias realizadas por esses profissionais, como auxiliar no banho, higiene, alimentação, administração de medicamentos, medição de pressão arterial e auxílio no uso de banheiros. O presidente reforçou a necessidade de valorização desses trabalhadores.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em entrevista a emissoras de rádio durante o programa “Bom dia, Ministra”, a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, explicou que algumas falhas no texto da lei atrasaram o repasse do valor para estados e municípios. No entanto, ela assegurou que essas questões estão sendo resolvidas para que o pagamento do piso nacional da enfermagem seja efetuado de forma correta.

A medida representa um avanço para a categoria da enfermagem, que luta por melhores condições de trabalho e remuneração adequada. O pagamento retroativo do piso nacional reforça o reconhecimento da importância desses profissionais para a sociedade e busca valorizar seu trabalho essencial no sistema de saúde do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!