Presidente do PL, Valdemar Costa Neto, é preso em Brasília por porte ilegal de arma durante operação policial

Prisão ocorreu durante cumprimento de mandado de busca e apreensão da Polícia Federal relacionado à Operação Tempus Vertatis

Publicidade

Mais lidas

Nesta quinta-feira (8), o presidente nacional do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, foi detido em Brasília por porte ilegal de arma, durante uma ação da Polícia Federal no contexto da Operação Tempus Vertatis. Inicialmente alvo de mandados de busca e apreensão, Costa Neto viu sua situação se agravar ao ser flagrado portando uma arma de forma ilegal, o que resultou em sua prisão.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Até o momento do fechamento desta matéria, a Agência Brasil tentou contato com o escritório de advocacia encarregado da defesa de Costa Neto, porém não obteve resposta.

A Operação Tempus Veritatis tem como foco a investigação de uma organização criminosa suspeita de envolvimento em um suposto golpe de Estado ocorrido em 8 de janeiro de 2023. A ação policial engloba um total de 33 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de prisão preventiva e 48 medidas cautelares, que incluem restrições como a proibição de contato com outros investigados, a entrega dos passaportes em 24 horas e a suspensão do exercício de funções públicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!