Menina baleada por policial rodoviário federal falece após oito dias

Heloísa dos Santos Silva, de apenas 3 anos, não resistiu aos ferimentos causados por disparos de uma viatura da PRF; caso é investigado pela PF e MPF

Publicidade

Mais lidas

A triste história da pequena Heloísa dos Santos Silva, de apenas 3 anos, teve um desfecho doloroso na manhã deste sábado, 16 de setembro. A criança, que foi baleada por um policial rodoviário federal no último 7 de setembro enquanto passava pelo Arco Metropolitano com sua família, não resistiu aos ferimentos e faleceu no Hospital Adão Pereira Nunes, localizado em Saracuruna, na Baixada Fluminense.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A fatalidade ocorreu quando a família de Heloísa estava a caminho de seu destino. O pai da criança, William da Silva, relatou que o veículo em que estavam se tornou alvo de tiros disparados por uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF), resultando em graves ferimentos na pequena Heloísa, atingida na cabeça e no pescoço.

Os esforços médicos para salvar a vida da menina foram incessantes ao longo dos últimos oito dias, porém, infelizmente, ela sofreu uma parada cardiorrespiratória e veio a óbito às 9h22, de acordo com informações divulgadas pela prefeitura de Duque de Caxias.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A PRF, em comunicado oficial, expressou solidariedade à família de Heloísa e informou que sua Comissão de Direitos Humanos está acompanhando a família nesse momento tão difícil, oferecendo apoio psicológico e acolhimento. O caso que chocou a comunidade está sob investigação da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF), que buscam esclarecer as circunstâncias que levaram a esse trágico incidente e determinar responsabilidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!