Manchester City domina e conquista título inédito no Mundial de Clubes da Fifa ao golear o Fluminense por 4 a 0

Pep Guardiola faz história com o quarto título mundial, coroando a Tríplice Coroa do City na última temporada

Publicidade

Mais lidas

O Manchester City escreveu um capítulo memorável na história do futebol ao conquistar, de maneira dominante, o título inédito no Mundial de Clubes da Fifa. Em um jogo espetacular realizado no Estádio King Abdullah, em Jeddah, na Arábia Saudita, a equipe britânica aplicou uma goleada por 4 a 0 sobre o Fluminense.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O argentino Julián Álvarez protagonizou um gol relâmpago aos 40 segundos de jogo, o mais rápido da história da competição. A jogada teve início após um passe errado de Marcelo na saída de bola, e Álvarez aproveitou a oportunidade, escorando de peito para o fundo das redes. O segundo gol veio de forma inusitada, com o zagueiro Nino marcando contra após uma jogada envolvendo Rodri e Foden.

Esse título representa o quarto na carreira do renomado técnico catalão Pep Guardiola, que agora ostenta o recorde de treinador com o maior número de taças no Mundial. Guardiola já havia levantado o troféu duas vezes pelo Barcelona (2009 e 2011) e uma vez pelo Bayern de Munique (2013). A vitória na final do Mundial coroa a brilhante campanha de Guardiola na última temporada (2022/23), quando conquistou a Tríplice Coroa, incluindo a Liga dos Campeões, a Premier League (Campeonato Inglês) e a Copa da Inglaterra.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

No decorrer do jogo, o Fluminense teve sua melhor chance aos 15 minutos, mas uma decisão polêmica do árbitro Szymon Marciniak anulou um pênalti marcado inicialmente. O City, por sua vez, retomou o controle da partida, ampliando a vantagem para 2 a 0 com o gol contra de Nino. Após o intervalo, a equipe britânica continuou pressionando, enquanto o goleiro Fábio do Fluminense realizou impressionantes defesas para manter o placar em 2 a 0.

Mesmo com algumas alterações táticas promovidas pelo técnico Fernando Diniz, o Fluminense não conseguiu conter o ímpeto do Manchester City. Folden marcou o terceiro gol após erro defensivo do lateral Samuel Xavier, e Álvarez deu números finais à goleada com um chute rasteiro aos 42 minutos do segundo tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!