A empresária Lucilene Galdino Albuquerque, 51 anos, morta a facadas pelo companheiro em Itapipoca ia realizar o sonho de sua vida na próxima semana. Segundo familiares, a vítima de feminicídio estava muito feliz porque ia inaugurar um centro de estética na cidade. O crime aconteceu na noite deste domingo (10). e o suspeito tentou matar filho e sobrinho da vítima. 

Lu Fahion, como era conhecida, trabalhava como esteticista há 20 anos, de acordo com uma sobrinha dela. Ao longo dos anos, ela foi juntando dinheiropara conseguir realizar o desejo de ter o próprio empreendimento. A vítima também recebeu ajuda de alguns familiares para conseguir montar o estabelecimento.

“Ela ficou conhecida na cidade com moda e depois foi para o ramo de estética. Era uma mulher trabalhadora, criou os filhos sozinha e ia realizar o sonho na próxima semana, inagurando o centro de estética. A gente fica com o coração partido”, disse a sobrinha, Leila Galdino. 

De acordo com Leila, a tia estava muito feliz e “super realizada“, trabalhando nos últimos detalhes para inaugurar o centro estético.

O crime

De acordo com a polícia, o crime aconteceu depois de uma discussão do casal ocasionada por ciúmes. Após matar a mulher a facadas, o suspeito tentou matar o filho e sobrinho dela. 

O filho de Lucinele, Alef Davi, de 18 anos, foi encaminhado para o Insituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, para fazer um procedimento cirúrgico devido a um corte profundo. Já o sobrinho da vítima, Francisco Alan, foi levado para uma unidade hospitalar de Itapipoca.

Vizinhos acionaram a Polícia e os agentes impediram também que o suspeito tirasse a própria vida. O homem foi preso em flagrante e será indiciado por feminicídio e tentativa de duplo homicídio.


COMENTE ABAIXO ⬇

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.