Tentativa de chacina em festa de aniversário no Morro do Santiago, em Fortaleza, deixa duas pessoas mortas e 15 baleadas

Governo promete rigor nas investigações após captura de suspeitos envolvidos na ação criminosa

Publicidade

Mais lidas

Na noite deste domingo (7), uma festa de aniversário na comunidade do Morro no Santiago, no Bairro Barra do Ceará, em Fortaleza, se transformou em um cenário de horror, resultando em duas pessoas mortas e outras 15 feridas por disparos de arma de fogo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, as vítimas fatais são um homem de 34 anos e um adolescente de 17 anos, este último com histórico de atos infracionais relacionados a tentativa de roubo e porte ilegal de arma de fogo. Enquanto uma das vítimas veio a óbito no local, a segunda, mesmo socorrida, não resistiu aos ferimentos.

Das 15 pessoas feridas, algumas foram encaminhadas para a Unidade de Pronto Atendimento do Cristo Redentor. As mais gravemente atingidas foram transferidas para o Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), onde recebem tratamento médico.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O governador Elmano de Freitas se manifestou nas redes sociais na manhã desta segunda-feira (8), assegurando ter conhecimento imediato do ocorrido e ordenando ao secretário da Segurança Pública “rigor absoluto nas investigações para elucidar este caso”.

Logo após o crime, a polícia agiu rapidamente, capturando João Breno de Araujo Paulino, de 26 anos, com histórico criminal por roubo e receptação, e apreendendo um adolescente de 16 anos, com registros de atos infracionais semelhantes a roubo e porte ilegal de arma de fogo. A dupla, suspeita de envolvimento na ação criminosa, foi localizada em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Durante a operação, um veículo supostamente utilizado no ataque e 20 munições foram apreendidos. Os suspeitos e o material foram encaminhados para a Delegacia da Criança e do Adolescente. João Breno foi autuado por homicídio qualificado, tentativa de homicídio, corrupção de menor e associação criminosa, enquanto para o adolescente foi lavrado um ato infracional análogo aos mesmos crimes, exceto pela corrupção de menor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!