Governador do Ceará anuncia criação da Patrulha Rural para reforçar segurança nas comunidades rurais

Iniciativa visa estreitar relação entre polícia e população do campo, com promessa de expansão em todo o estado

Publicidade

Mais lidas

O governador do Ceará, Elmano de Freitas, anunciou nesta quarta-feira (27) a criação da Patrulha Rural da Polícia Militar do Ceará (PMCE), durante mais um de seus bate-papos semanais com os cidadãos cearenses, realizado em Limoeiro do Norte pelas redes sociais. O novo grupamento terá como missão intensificar o Policiamento Ostensivo Geral (POG) nas comunidades rurais, tanto na região metropolitana quanto no interior do estado, com o objetivo de fortalecer a segurança e o contato direto com os habitantes do campo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em seu pronunciamento, o governador Elmano de Freitas enfatizou que a criação da Patrulha Rural foi uma resposta direta às demandas da população rural do estado. “É um pedido que escuto do povo da zona rural, que tenha uma atuação mais direta da Polícia Militar na zona rural, e é isso que estamos iniciando agora. Logo estaremos ampliando e isso garantirá também ao povo da zona rural sentir essa sensação de segurança que é muito importante”, destacou.

Além disso, o governador agradeceu à Polícia Militar de Minas Gerais pela colaboração na formação dos policiais da Patrulha Rural, destacando a importância da cooperação e da troca de experiências entre os estados.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Os policiais militares que farão parte da Patrulha Rural passaram por um treinamento que incluiu atualização dos conhecimentos teóricos, práticos e legais relacionados ao patrulhamento rural, com ênfase no policiamento de proximidade. Esse treinamento visa capacitar os policiais a desempenharem suas funções com maior segurança e a estabelecerem uma relação mais próxima com as comunidades rurais.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Samuel Elânio, ressaltou que a criação da Patrulha Rural foi resultado de intensos diálogos com a Federação da Agricultura, produtores e agricultores do estado. Ele explicou que a Patrulha Rural se concentrará não apenas em combater furtos e roubos de animais nas zonas rurais, mas também atuará em áreas críticas da Região Metropolitana e regiões com extensas áreas rurais.

Inicialmente, serão implantadas 25 patrulhas, com a implantação começando pela Região Norte do estado e seguindo para a Região Metropolitana de Fortaleza. Posteriormente, a iniciativa se estenderá às regiões Sul, Sertão Central e Inhamuns. A previsão é que até 2024 haja um total de 100 patrulhas, todas operando em áreas identificadas pelos órgãos de inteligência da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social.

O governador, embora tenha expressado satisfação com mais essa ação na área da segurança pública, reconheceu que é apenas um passo na busca por uma maior sensação de segurança para a população cearense. “Quero dizer que os índices de homicídios, furtos e roubos no Ceará têm caído, mas ao mesmo tempo que lhe parabenizo, temos o desafio de baixar muito mais. Estamos comprometidos em enfrentar esse problema e reduzir esses índices, mas temos humildade para reconhecer que há muito trabalho pela frente”, concluiu o governador. A criação da Patrulha Rural representa um passo importante na direção de um Ceará mais seguro, especialmente para suas comunidades rurais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!