Nova parcela do Bolsa Família, com destaque para NIS final 5, é paga hoje pela Caixa

Beneficiários recebem adicional para mães de bebês e programa atinge 21,06 milhões de famílias neste mês.

Publicidade

Mais lidas

A Caixa Econômica Federal realiza, nesta sexta-feira (15), o pagamento da parcela de dezembro do Bolsa Família destinada aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 5. Pelo terceiro mês consecutivo, o programa contempla um adicional especial para mães de bebês de até seis meses de idade, conhecido como Benefício Variável Familiar Nutriz.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O novo benefício, que corresponde a seis parcelas de R$ 50, visa garantir a alimentação adequada das crianças. Com um investimento de R$ 20 milhões beneficiando 420 mil mães neste mês, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome anuncia a conclusão da implementação do renovado Bolsa Família.

Além do adicional para mães, o programa concede um acréscimo de R$ 50 a famílias com gestantes e filhos de 7 a 18 anos, e outro de R$ 150 a famílias com crianças de até 6 anos. Com o novo adicional, o valor médio do benefício aumenta para R$ 680,61, ultrapassando o montante mínimo de R$ 600.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O programa de transferência de renda do Governo Federal atingirá, neste mês, 21,06 milhões de famílias, totalizando um investimento de R$ 14,25 bilhões, de acordo com informações do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social.

Desde julho, a integração dos dados do Bolsa Família com o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) vem permitindo uma ampliação na abrangência do programa. Em dezembro, 190 mil famílias foram incluídas, graças à política de busca ativa baseada na reestruturação do Sistema Único de Assistência Social (Suas). Desde março, 2,85 milhões de famílias foram incorporadas ao Bolsa Família.

Regra de Proteção e Reestruturação

No atual cenário, 2,47 milhões de famílias encontram-se na regra de proteção em dezembro, recebendo 50% do benefício por até dois anos, caso seus membros consigam emprego e melhorem a renda. O benefício médio para essas famílias é de R$ 372,39.

Desde o início do ano, o programa social voltou a ser denominado Bolsa Família, garantindo um valor mínimo de R$ 600. O adicional de R$ 150 teve seu pagamento iniciado em março, após um rigoroso pente-fino no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) para eliminar fraudes.

No modelo tradicional, o pagamento do Bolsa Família ocorre nos últimos dez dias úteis de cada mês. Entretanto, em dezembro, o calendário foi antecipado, e as parcelas foram liberadas antes do Natal. Os beneficiários podem consultar informações sobre datas de pagamento, valor do benefício e composição das parcelas no aplicativo Caixa Tem.

Auxílio Gás: Redução e Duração

Neste mesmo dia, o Auxílio Gás também será pago às famílias cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com NIS final 5. Com a redução nos preços recentes do botijão, o valor do auxílio é de R$ 104.

Previsto até o final de 2026, o programa beneficia cerca de 5,3 milhões de famílias. A Emenda Constitucional da Transição e a medida provisória do Novo Bolsa Família asseguraram a manutenção do benefício em 100% do preço médio do botijão de 13 kg até o fim do ano.

O recebimento do Auxílio Gás está condicionado à inclusão no CadÚnico, com pelo menos um membro da família recebendo o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que instituiu o programa prioriza mulheres responsáveis pela família, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!