25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Povos indígenas e comunidades tradicionais recebem quase 200 mil máscaras de proteção

Lideranças de povos indígenas e de povos e comunidades tradicionais estão recebendo máscaras de tecido na Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).

mais lidas

Casos de Covid-19 no Ceará chegam a quase 122 mil; recuperados da doença são mais de 95,6 mil

Os dados são do boletim da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), divulgado às 18h40.

PM realiza operação para combater poluição sonora em Itapipoca

Operação aconteceu no domingo (5), na Praia da Baleia, em Itapipoca.

Dois homens são presos suspeitos de tráficos de drogas, porte ilegal de arma e tentativa de homicídio em Itapajé

Os dois homens estavam com drogas, dinheiro, e uma arma de fogo. Um dos suspeitos ficou ferido após entrar em confronto com policiais.

Acidente entre duas motos deixa um morto e um ferido em Irauçuba

Acidente aconteceu na manhã de terça-feira (7), em Irauçuba.

Lideranças de povos indígenas e de povos e comunidades tradicionais estão recebendo máscaras de tecido na Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). Quase 200 mil máscaras estão sendo entregues a indígenas, comunidades quilombolas, povos de terreiro, ciganos, população negra e migrantes africanos. A ação, executada pela Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Igualdade Racial (Ceppir), é feita a partir de uma doação de um milhão de máscaras da Fundação Itaú. Junto às máscaras, estão sendo entregues folders informativos que contemplam os costumes dos povos originários e tradicionais. A entrega acontece durante toda a semana, na sede da SPS.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“A pandemia afetou diretamente os públicos que nós trabalhamos que, em sua maioria, estão em situação de vulnerabilidade social e econômica. Para atender às populações que são alvo das nossas políticas de igualdade racial temos atuado com a sistematização das demandas destes grupos. Ouvimos as lideranças do movimento negro unificado, dos povos originários, como também temos um diálogo aberto com os migrantes africanos que moram no nosso Estado. Depois de ouvi-los, buscamos parcerias para construir uma política pública que é transversal e horizontal”, expõe a titular da SPS, Socorro Franca.

A coordenadora da Ceppir, Zelma Madeira, fala sobre a importância destas articulações e do diálogo aberto com as comunidades. “O isolamento social é um grande desafio em meio a culturas que se constroem na oralidade e no convívio do dia a dia. Não temos nem como mensurar o impacto desta pandemia sobre os povos tradicionais, mas entendemos que eles precisam ser ouvidos. E foi a partir deste lugar de escuta que nós conseguimos nos articular para atender as demandas destas comunidades”, pontua a gestora.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Além das máscaras, estamos entregando folders com orientações de prevenção contra o virus voltadas para os costumes de indígenas, quilombolas, povos de terreiro e ciganos. Essa ação faz parte da Campanha Ceará Sem Racismo, que segue ativa na pandemia. Nós já realizamos 20 encontros virtuais, entre transmissões ao vivo, aulas online e webinars”, acrescenta Zelma.

Ceiça Pitaguary é uma das lideranças que recebeu as máscaras. Coordenadora da Federação dos Povos e Organizações Indígenas do Ceará, ela conta quantas etnias foram contempladas na ação. “Hoje nós estamos recebendo 60 mil máscaras de tecido, que beneficiarão aproximadamente 32 mil indígenas, de 14 etnias que estão localizadas em 20 municípios do Estado do Ceará”, frisa.

Balanço

A entrega das máscaras e folders se soma a ações de segurança alimentar para esses povos, com destaque para os indígenas. Desde o mês de março, até agora, já foram doados mais de 4 toneladas de alimentos e 10.368 cestas básicas para as famílias destes territórios. Atualmente, a SPS está realizando a entrega de cestas básicas adquiridas pela Funai. Até agora foram entregues 3.705 cestas nos municípios de Caucaia, Aquiraz, Maracanaú, Pacatuba, Canindé, Aratuba, Itapipoca, Itarema e Acaraú.

No mês de maio, foram doadas e entregues 860 cestas básicas, além de itens de higiene e limpeza para nove comunidades pesqueiras, uma aldeia indígena e três comunidades quilombolas. Todo o material da doação foi arrecadado pelo Instituto Terramar em ações com a sociedade civil, por meio da Campanha Pescando Solidariedade. O transporte e a entrega foram realizados pela SPS.

Em março, a SPS em parceria com o Programa Mesa Brasil entregou mais de 4 toneladas de alimentos para comunidades indígenas da Região Metropolitana, contemplando as etnias Pitaguary, Jenipapo-kanindé e Tapeba. Em abril, a parceria com a Defesa Civil do Estado do Ceará, resultou na doação de 286 cestas básicas para catorze comunidades indígenas e duas quilombolas, do município de Caucaia.

Fonte: Governo do Estado do Ceará

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Acidente entre duas motos deixa um morto e um ferido em Irauçuba

Acidente aconteceu na manhã de terça-feira (7), em Irauçuba.

Ceará ultrapassa 100 mil recuperados da Covid-19; casos confirmados totalizam 127.952

Os dados foram atualizados às 8h58 desta quarta-feira (8), no portal IntegraSUS.

Pai e filha de 4 anos são mortos a tiros na varanda de casa em Granja

Criança acompanhou o pai até a varanda e acabou sendo atingida. Ninguém foi preso.

PM realiza operação para combater poluição sonora em Itapipoca

Operação aconteceu no domingo (5), na Praia da Baleia, em Itapipoca.

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!