25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Com novo decreto, comércio de rua e shoppings têm horário de funcionamento ampliado

Camilo informou que o cenário geral segue melhorando, mas que as palavras-chave neste momento são prudência, prevenção e precaução.

Publicidade
Publicidade

mais lidas

O governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou no início da tarde desta sexta-feira (9), por meio de transmissão ao vivo nas redes sociais, a atualização do decreto estadual com medidas de combate à Covid-19. Entre as novidades, a ampliação do horário do comércio de rua e de shopping. Ao lado do governador estava o secretário da Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Camilo informou que o cenário geral segue melhorando, mas que as palavras-chave neste momento são prudência, prevenção e precaução. Até que a vacinação chegue a todos, o cuidado tem de seguir nesta pandemia. As principais mudanças nesse novo decreto, de acordo com o comitê, são:

– Comércio de rua está autorizado a partir das 9h
– Comércio de shopping passa a funcionar a partir das 10h

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O toque de recolher continua a partir das 23 horas, para todos os dias. O novo decreto estadual terá validade de 12 a 25 de julho.

Testes em viajantes

“Até vacinarmos todos temos de ter muito cuidado nesta pandemia. Estamos preocupados com algumas áreas de entrada de pessoas no Estado, e a porta principal é o aeroporto internacional. Por isso, em parceria com Anvisa, Fraport, MPF e MPE, estamos mantendo esse controle sanitário em que estamos fazendo testagens por amostragem de todos os voos que chegam na Capital Cearense. Isso é muito importante para ter indicadores para nortear como está a pandemia no Ceará. Com ações desse nível vamos conseguir proteger os irmãos e irmãs cearenses”, apontou Camilo, que lembrou que a Casa de Cuidados do Ceará para reabilitação humanizada pós-Covid segue recebendo pacientes.

Dr. Cabeto também falou sobre a importância do controle de viajantes: “Em acordo com a Anvisa, estamos fazendo a barreira sanitária. Em breve estaremos apresentando à população uma área de testagem dentro do aeroporto com o intuito de fazer o rastreamento para não se ampliar a contaminação e se evitar pequenos surtos”.

Números da pandemia

Dr. Cabeto apontou os principais números da pandemia no Ceará, avaliando comparativos entre a primeira e a segunda onda, assim como o acompanhamento das semanas epidemiológicas no Estado. Ressaltou os números estáveis em tendência de queda, ainda alertando a necessidde de manter os cuidados, usando máscara, evitando aglomerações e mantendo o distanciamento social.

“Os números mostram que a taxa de positividade no Ceará está na casa de 21%, enquanto a taxa dos exames para detectar o Covid-19 em Fortaleza está em 10%. Além disso, temos uma queda na taxa de transmissão, que está abaixo de 1, com Fortaleza caindo de 0,89 para 0,87 e nas outras macrorregiões, quedas similares ou taxa se mantendo igual. Nos dados assistenciais das UPAs, foi reduzido o número de pacientes com síndrome gripal e a maioria dos atendimentos tem formas leves, o que significa ou efeito da vacinação ou infecção por outros vírus que não o coronavírus”, listou o titular da pasta da Saúde no Estado.

Sucesso do Elmo

“O Ceará está entre as maiores experiências do mundo com o uso do Elmo, o capacete respirador criador no nosso Estado, isso é inovação acontecendo em tempos de pandemia. Estamos registrando o caso do Hospital Leonardo Da Vinci, publicando, documentando de forma científica, com mais de 3 mil casos, com resultados muito positivos”, ressaltou Dr.Cabeto.

Vacinômetro e Vacinas

“Continuamos fazendo todo o esforço para levar a vacina para todos os cearenses, e da forma mais rápida possível. Entre quinta e sexta-feira recebemos dois novos lotes de imunizantes, com 69.030 doses da Pfizer/BioNTech e outras 32.600 doses da CoronaVac/Butantan, totalizando 101.630 doses de vacinas contra a Covid-19 que serão destinadas à imunização da população geral por idade”, frisou Camilo Santana, que registrou também que vacina russa Sputinik V deverá chegar ao Ceará ainda no mês de julho.

O Ceará aplicou 4.764.183 doses de vacinas contra a Covid-19, segundo dados do Vacinômetro, registrados até às 17 horas de 8 de julho. Com isso, 1.170.049 cearenses já completaram a imunização com duas doses, e 98.398 com a dose única da Janssen. A primeira dose teve 3.495.736 aplicações.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Publicidade
error: Conteúdo protegido!
Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!