25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Novo decreto avança na flexibilização; futebol, eventos sociais, templos religiosos e comércio de rua entre os beneficiados

O decreto será válido por 15 dias, a contar deste sábado (16)

Publicidade
Publicidade

mais lidas

O governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou, na tarde desta sexta-feira (15), através de transmissão via redes sociais, o novo decreto de combate à pandemia de Covid-19. Entre as decisões tomadas em conjunto pelo comitê que delibera sobre o assunto, há novo avanço na flexibilização de atividades, incluindo o aumento de público em jogos de futebol, permissão de 100% da capacidade para templos religiosos, aumento nos eventos sociais e a ampliação no horário dos restaurantes

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O decreto será válido por 15 dias, a contar deste sábado (16). Ao lado do governador estava o secretário da Saúde do Ceará, Marcos Gadelha. “Nunca tivemos números tão favoráveis como os que temos agora, desde o início da pandemia no Ceará, e esses números só foram possíveis com o avanço da vacinação em todo o Estado, que já alcançou cerca de 68,9% da população do Ceará com a primeira dose, 45,9% com o esquema vacinal completo – para as duas doses ou dose única. Com isso, teremos algumas alterações positivas no novo decreto, e mesmo assim é importante continuar seguindo com precaução todos os protocolos sanitários”, explicou o governador.

Camilo apontou que as principais atualizações no decreto são:

– Ampliação da capacidade do comércio de rua e lojas de shopping e de cinemas, para 80%;
– Ampliação do horário de funcionamento dos restaurantes (até às 3h);
– Eventos sociais com autorização de 300 pessoas em ambiente fechado e até 500 pessoas em ambiente aberto;
– Aumento para o público presencial da Arena Castelão, durante os jogos do Campeonato Brasileiro da Série A, autorizado para 30% da capacidade a partir deste sábado (16), e com aumento para 50% da capacidade a partir do próximo sábado (23/10);
– Templos religiosos podem funcionar com 100% de sua capacidade.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Sobre o aumento progressivo do público nos estádios, o governador agradeceu a cooperação dos times, que realizaram os jogos recentemente, e de suas torcidas, que cumpriram todos os protocolos da Sesa, partindo da apresentação do cartão de vacinação com as duas doses. “Nossas torcidas foram destaque nacionalmente, pois cumpriram todos os protocolos necessários, como o uso da máscara e o distanciamento social”, ressaltou Camilo, que também informou que haverá um grupo específico dentro do comitê para discutir a realização das festas de final de ano, a partir da semana que vem.

O governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou, na tarde desta sexta-feira (15), através de transmissão via redes sociais, o novo decreto de combate à pandemia de Covid-19. Entre as decisões tomadas em conjunto pelo comitê que delibera sobre o assunto, há novo avanço na flexibilização de atividades, incluindo o aumento de público em jogos de futebol, permissão de 100% da capacidade para templos religiosos, aumento nos eventos sociais e a ampliação no horário dos restaurantes

O decreto será válido por 15 dias, a contar deste sábado (16). Ao lado do governador estava o secretário da Saúde do Ceará, Marcos Gadelha. “Nunca tivemos números tão favoráveis como os que temos agora, desde o início da pandemia no Ceará, e esses números só foram possíveis com o avanço da vacinação em todo o Estado, que já alcançou cerca de 68,9% da população do Ceará com a primeira dose, 45,9% com o esquema vacinal completo – para as duas doses ou dose única. Com isso, teremos algumas alterações positivas no novo decreto, e mesmo assim é importante continuar seguindo com precaução todos os protocolos sanitários”, explicou o governador.

O titular da pasta da Saúde apresentou o cenário da pandemia no Estado, e justificou as decisões do comitê com boas notícias em forma de números. “Atualmente estamos vivendo o melhor cenário epidemiológico desde o início da pandemia. Todos os números são melhores, queda na porcentagem de positividade nos exames, baixo nível de transmissão, menor procura por assistencialismo, número de casos nas UPAs e óbitos progressivamente diminuindo. Fruto da aderência dos cearenses à vacinação, as pessoas estão preocupadas em se vacinar e manter os protocolos, e nós agradecemos por isso, assim como a dedicação aos profissionais de saúde”, disse Marcos Gadelha.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Publicidade
Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!