Governo retoma cobrança integral do PIS/Cofins sobre o diesel a partir de hoje

Ministro da Fazenda garante que reoneração não impactará preço para o consumidor, apesar do retorno do imposto federal

Publicidade

Mais lidas

A partir desta segunda-feira (1º), o governo federal retoma a cobrança integral do PIS/Cofins sobre o diesel, que estava isento desde 2021. A medida, que já teve parte do recolhimento antecipado em setembro, representa um acréscimo de R$ 0,35 por litro de diesel.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

No último dia 26, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, assegurou que a reoneração não deve resultar em um aumento direto para os consumidores nos postos de abastecimento. Segundo ele, os impactos da carga tributária serão atenuados pelas reduções de preço anunciadas pela Petrobras.

“Haverá a reoneração do diesel, mas o impacto esperado é de pouco mais de R$ 0,30”, afirmou o ministro. Poucas horas antes dessa declaração, a Petrobras já havia comunicado uma diminuição de R$ 0,30 no preço do litro do diesel para as distribuidoras de combustível. A redução acumulada no ano chega a expressivos 22,5%.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O ministro destacou que essa redução de preço mais que compensa a reoneração que entra em vigor neste 1º de janeiro. Ele tranquilizou a população, garantindo que não há motivos para um aumento nos preços com o retorno da cobrança dos impostos federais.

“É importante ficar atento: quando surgir qualquer argumento sobre aumento de preço, não tem fundamento. Estamos em um país de livre-mercado; os preços não são tabelados. No que diz respeito aos preços da Petrobras, neste mês de dezembro, o valor do diesel diminuiu mais do que a reoneração que será aplicada a partir de 1º de janeiro”, enfatizou o ministro da Fazenda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!