Obmep 2023 premia talentos em matemática e amplia oportunidades para estudantes

Estudantes de escolas públicas e privadas são reconhecidos em cerimônias marcadas para o próximo ano; novidades incluem premiações estaduais e vagas no inovador Impa Tech.

Publicidade

Mais lidas

A 18ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), divulgou nesta quarta-feira (20) seus vitoriosos, marcando um momento especial na história da competição. O Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), responsável pelo evento, revelou que os premiados receberão um total de 8,4 mil medalhas, distribuídas entre 650 de ouro, 1.950 de prata e 5.850 de bronze, além de 51 mil menções honrosas. A lista completa dos laureados está disponível para consulta aqui.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Destacando-se como a maior competição científica do país, a Obmep alcançou mais de 18,3 milhões de alunos dos ensinos fundamental e médio em 99,78% dos municípios brasileiros, envolvendo mais de 55 mil escolas. Este ano, a premiação foi ampliada, dobrando o reconhecimento para instituições privadas.

O diretor-geral do Impa, Marcelo Viana, ressaltou a relevância do aumento das premiações estaduais, somando aproximadamente 20,5 mil medalhas. Ele expressou sua satisfação, afirmando que “além da premiação nacional, criamos também as premiações estaduais. São muito mais medalhas em todo o Brasil.”

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

As cerimônias de premiação da 18ª Obmep estão programadas para o próximo ano, em data e local ainda a serem definidos. Além dos estudantes, serão homenageados professores, escolas e secretarias municipais de Educação que se destacaram pelo desempenho dos alunos.

Um dos destaques da Obmep é o Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC), para o qual os medalhistas nacionais são convidados. Os participantes de escolas públicas recebem uma bolsa de R$ 300 para integrar o programa, um aumento significativo concedido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Neste ano, a Obmep introduz uma novidade empolgante: os medalhistas do nível 3 (ensino médio) podem concorrer a vagas no Impa Tech, o primeiro curso de graduação do instituto. As inscrições para o bacharelado em matemática da tecnologia e inovação estão abertas até o dia 28 deste mês neste endereço eletrônico. O coordenador-geral da Obmep, Claudio Landim, enfatiza que conquistar uma medalha na Obmep pode abrir as portas para uma universidade, como é o caso do recém-criado Impa Tech.

O Impa Tech, previsto para iniciar em 2024, reserva 80% de suas vagas para medalhistas de olimpíadas. Marcelo Viana ressalta: “Quem ganhou medalha do nível 3 [ensino médio] já pode solicitar o seu certificado para se candidatar ao Impa Tech”.

A Obmep, criada em 2005 pelo Impa com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática, é realizada com recursos dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação e da Educação. Além de estimular o estudo da matemática, a competição busca identificar jovens talentos e contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!