Enem 2024: confira quais processos seletivos de instituições públicas e privadas usam o exame

Para se inscrever no Enem 2024, o prazo é até sexta-feira (7), com exceção aos candidatos do Rio Grande do Sul, que terão um prazo adicional a ser divulgado

Brasil 61 Brasil 61
4 Min Read
- PUBLICIDADE -

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O aluno que realiza o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem a chance de se candidatar a diversas oportunidades de ingresso no ensino superior no Brasil, destaca o Ministério da Educação (MEC). A pasta informa que com a nota do exame os postulantes podem disputar vagas em universidades públicas, assim como em instituições privadas de ensino.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Para aproveitar estas oportunidades, o interessado deve realizar a inscrição no Enem 2024 até esta sexta-feira (7), na Página do Participante. Candidatos do Rio Grande do Sul terão um prazo maior, que ainda será divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Prazo para se inscrever no Enem termina nesta sexta-feira (7)

ENEM: confira calendário e veja dicas de como se preparar para a prova

Após a realização da inscrição, a Página do Participante gera um boleto do Banco do Brasil para o pagamento da taxa de R$ 85 por quem não teve a isenção aprovada. Lembrando que moradores do Rio Grande do Sul têm isenção de taxa.

Como se preparar para as provas?

Willian Wallemberg, professor e coordenador de português do ensino médio, do colégio Objetivo do Distrito Federal (DF), informa que os estudantes têm um pouco mais de cinco meses para se prepararem para as provas, que serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro.

“Para o aluno melhor se preparar, ele tem que tomar a postura de que várias áreas do conhecimento que ele está adquirindo não são simplesmente para ele fazer uma prova. Aquilo vai ser altamente significativo posteriormente na sua vida. E isso eu falo não somente sua vida acadêmica, mas sua vida profissional, sua vida social”, destaca.

O estudante do Colégio Objetivo DF Lucas Alves, de 17 anos, explica como está se preparando para realizar as provas do Enem.

“Ainda não realizei a prova do Enem, farei pela primeira vez neste ano. Estou me preparando com uma rotina de 3 a 4 horas de estudo, com cursinho. As minhas dificuldades são na área de química, principalmente. Mas em relação à prova, a dificuldade é com a administração do tempo”, pontua.

Confira como funciona cada seleção de acesso à educação superior no Brasil, segundo o MEC:

  • O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) reúne as vagas ofertadas por instituições públicas de educação superior em todo o país. Com a nota do Enem, o candidato pode concorrer a essas vagas.
  • O Programa Universidade para Todos (Prouni) oferece aos estudantes que fizeram o exame a oportunidade de obter bolsas de estudo integrais (100%) ou parciais (50%) em instituições privadas de ensino superior. Para concorrer à bolsa integral, o estudante precisa ter uma renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa. Já para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.
  • O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) oferece  financiamento para cursos em instituições privadas com taxas de juros reduzidas. Assim como outros programas, o Fies também utiliza as pontuações do Enem como critério de seleção. A escala de financiamento varia conforme a renda familiar do beneficiário.

Instituições portuguesas

O MEC ainda informa que para aqueles que querem  estudar no exterior, o Enem pode ser uma alternativa. Convênios firmados entre o Inep e as instituições portuguesas garantem um acesso facilitado às notas dos interessados a cursar a educação superior em Portugal.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Pixel Brasil 61

Compartilhe
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Advertisement -

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!