25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Açude Gameleira, em Itapipoca, é o 13º reservatório a sangrar no Ceará em 2021

Outros cinco açudes estão próximos de atingir a capacidade máxima, segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh).

Publicidade
Publicidade

mais lidas

O açude Gameleira em Itapipoca, no Ceará, sangrou nesta quarta-feira (14), segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh). Este é o 13º reservatório que sangra no estado só no ano de 2021. A capacidade do açude é de 52,642 milhões de metros cúbicos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Conforme a Cogerh, além dos 13 reservatórios sangrando do total de 155 reservatórios monitorados pela companhia, cinco estão bem perto de atingir a capacidade máxima, uma vez que estão com o volume acima de 90%.

O 12º a sangrar esse ano foi açude Itaúna, em Granja, na Região Norte.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Outros açudes que estão com 100% de sua capacidade são:

  • Açude Caldeirões, em Saboeiro
  • Açude Batalhão, em Crateús
  • Açude Germinal, em Palmácia
  • Açude São Vicente, em Santana do Acaraú
  • Açude Tijuquinha, em Baturité
  • Acaraú Mirim, em Massapê
  • Açude Tucunduba, em Senador Sá
  • Açude Quandu, em Itapipoca
  • Açude Jatobá, em Milhã
  • Açude São Pedro de Timbaúba, em Miraíma

Situação dos principais açudes

Os maiores açudes do Ceará, no entanto, seguem em situação crítica. O Castanhão, principal reservatório a abastecer a Grande Fortaleza, tem apenas 11,72% da capacidade máxima. Já o Orós, segundo maior açude do estado, tem 23,43% do volume máximo.

Fonte: G1

FonteG1

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Publicidade
error: Conteúdo protegido!
Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!