Jovem vítima de fake news, Jéssica Vitória Canedo, morre aos 22 anos

Supostas conversas com Whindersson Nunes geram desfecho trágico e revolta nas redes sociais

Publicidade

Mais lidas

Na tarde desta sexta-feira (22.12), Jéssica Vitória Canedo, uma jovem de 22 anos residente em Minas Gerais, faleceu, deixando amigos e familiares consternados. A informação foi confirmada à Vogue por uma amiga próxima da vítima. Jéssica será velada em Araguari, como relatado por uma amiga que acompanha a mãe da jovem nesta difícil tarde. “Estamos todos abalados e com o coração partido”, expressou a amiga.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Nas redes sociais, a triste notícia foi recebida com inúmeras manifestações de pesar. Vitória Santos compartilhou sua dor, lamentando a perda da amiga devido a mentiras e ataques nas redes sociais. “Infelizmente perdi uma amiga, por conta de mentiras, por conta de ataques na rede social. Amiga, que Deus te dê um bom lugar. Descanse em paz”, publicou.

A indignação diante dos acontecimentos também encontrou voz em Gabriela Maia, outra amiga próxima de Jéssica, que refletiu sobre os perigos do “universo sem lei chamado internet”. “Infelizmente minha revolta não traz a vida novamente. Deveriam pôr a mão na consciência, e um pouco mais de amor no coração”, acrescentou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ines Oliveira, mãe de Jéssica, divulgou uma nota de falecimento no seu perfil, revelando que a jovem não resistiu à depressão e ao ódio, sendo sepultada no mesmo dia. A comoção foi tão intensa que as pessoas encarregadas das redes sociais de Ines anunciaram que ela não está em condições de responder mensagens temporariamente.

A Nonstop Produções S.A., escritório responsável pela carreira de Whindersson Nunes, emitiu um comunicado lamentando profundamente o ocorrido. Whindersson expressou sua tristeza diante do novo episódio de linchamento virtual e prestou solidariedade à família da jovem. A nota encerra com um apelo para buscar ajuda em casos de questões emocionais.

Essa tragédia ocorre em meio a uma semana marcada por fake news que envolveram Jéssica e Whindersson Nunes. A mãe da jovem havia feito um apelo em vídeo pedindo o fim dos ataques, destacando os problemas enfrentados pela filha, que sofria de depressão e já havia tentado tirar a própria vida em diversas ocasiões.

Jéssica, que afirmou ser vítima de montagens falsas com o intuito de prejudicá-la, enfrentou uma série de ataques nas redes sociais e fez um desabafo, solicitando o fim das críticas. A tragédia reforça a necessidade de conscientização sobre o impacto das fake news e do linchamento virtual, destacando a importância do cuidado com a saúde mental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!