CBMCE salva 287 vidas de afogamento em 2023, em todo o Estado do Ceará

Número de ocorrências reduz em 25% em relação a 2022, destacando a efetividade das ações preventivas dos guarda-vidas.

Publicidade

Mais lidas

O Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) alcançou um feito notável ao salvar 287 vidas de afogamento em todo o estado durante o ano de 2023, de janeiro a 16 de julho. Esses números impressionantes refletem diretamente o impacto positivo de um conjunto de ações preventivas implementadas no combate a afogamentos. O aumento do número diário de ações preventivas realizadas pelas equipes de guarda-vidas nas praias cearenses tem sido fundamental para esse resultado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A quantidade de vidas salvas representa uma redução de 25% em comparação com o mesmo período de 2022, quando foram resgatadas 382 pessoas de situações de afogamento. Essa queda significativa evidencia o sucesso das medidas adotadas para conscientização e prevenção.

Entre as ocorrências registradas neste ano, mais de 80% dos salvamentos ocorreram na Praia do Futuro. Caucaia foi responsável por 15% dos resgates, enquanto Jericoacoara e Aracati apresentaram 3% e 2% dos casos, respectivamente.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Além disso, o balanço divulgado pelo CBMCE destaca o número de vidas salvas pelos guarda-vidas nos anos anteriores: 563 em 2020, 526 em 2021 e 644 em 2022. Esses dados ressaltam o trabalho contínuo e efetivo realizado pelos profissionais em prol da segurança nas praias cearenses.

Os guarda-vidas do CBMCE estão disponíveis para orientar e esclarecer dúvidas da população cearense e dos turistas. Antes de entrar no mar, é fundamental que os banhistas se informem sobre a área permitida para banho e busquem se posicionar próximo aos postos de guarda-vidas sinalizados nas praias. Caso alguém perceba que está preso em uma área de correnteza e não consegue sair, é importante pedir socorro, mas jamais entrar na água para tentar salvar a vítima sem treinamento em salvamento aquático.

Em situações de afogamento, é crucial ligar imediatamente para o número de emergência 193 e informar o ocorrido ao CBMCE, que tomará as medidas necessárias para o resgate.

O CBMCE ressalta a importância de redobrar os cuidados com as crianças na praia. Os pais ou responsáveis devem estar constantemente atentos e não perder as crianças de vista. As correntes de retorno são um dos principais perigos no mar, presentes em locais rasos, com águas mais escuras e pouca ou nenhuma onda.

É essencial estar ciente dos riscos associados a crianças que brincam no mar sem supervisão de um adulto. Elas estão expostas a todos os perigos mencionados, agravados pela sua baixa estatura e imaturidade para lidar com os movimentos imprevisíveis das águas.

Em resumo, todas as orientações válidas para os adultos também se aplicam às crianças, com a adição crucial da supervisão constante por parte de um responsável, que deve estar a uma distância máxima de um braço da criança.

Com a atuação diligente dos guarda-vidas do CBMCE e a conscientização da população, é possível desfrutar das belas praias do Ceará com maior segurança. A prevenção é a chave para evitar tragédias e preservar vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!