Campanha de conscientização destaca a importância de discutir e prevenir o suicídio

Setembro Amarelo: Se precisar, peça ajuda!

Publicidade

Mais lidas

O mês de setembro chega com uma importante missão: promover a conscientização sobre a prevenção ao suicídio, por meio da campanha Setembro Amarelo. Com o lema “Se precisar, peça ajuda!”, a iniciativa busca chamar a atenção para a urgente necessidade de discutir e agir em prol da saúde mental, visando reduzir os alarmantes números de suicídios em todo o mundo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Dados alarmantes da OMS:

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada ano, mais de 700 mil pessoas tiram suas próprias vidas globalmente. Essa estatística chocante é apenas a ponta do iceberg, uma vez que a OMS alerta para os “episódios subnotificados”, que podem elevar esse número para mais de 1 milhão de casos anualmente. O suicídio não é apenas um problema de saúde, mas também um desafio social que exige ação imediata e abertura para discutir suas causas e soluções.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A realidade brasileira:

No Brasil, os números são igualmente preocupantes. Estima-se que ocorram cerca de 14 mil suicídios por ano, o que equivale a uma média de 38 suicídios por dia. Entre os anos de 2010 e 2019, o país registrou aproximadamente 112,2 mil mortes por suicídio, reforçando a necessidade de ações efetivas para reverter essa triste estatística.

A importância de pedir ajuda:

O tema da campanha deste ano, “Se precisar, peça ajuda!”, enfatiza que é fundamental quebrar o estigma em torno das doenças mentais e do suicídio. Muitas vezes, as pessoas que enfrentam problemas emocionais não procuram ajuda devido ao medo do julgamento ou à falta de informação sobre os recursos disponíveis. Nesse contexto, o Centro de Valorização da Vida (CVV) desempenha um papel vital, oferecendo apoio emocional e prevenção do suicídio por meio do telefone 188, além das opções de chat e e-mail. É crucial que aqueles que estão passando por dificuldades saibam que não estão sozinhos e que existem recursos disponíveis para auxiliá-los.

À medida que o Setembro Amarelo se inicia, é essencial lembrar que a prevenção ao suicídio é responsabilidade de todos nós. Através da conscientização, da promoção de um ambiente de apoio e da disseminação de informações sobre recursos como o CVV, podemos contribuir para salvar vidas e construir uma sociedade mais compassiva e atenta às necessidades de saúde mental de seus membros. O lema “Se precisar, peça ajuda!” deve ser não apenas uma frase, mas um compromisso coletivo de cuidar uns dos outros e de lutar contra o estigma que envolve o suicídio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!