25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Polícia Civil autua 7 pessoas suspeitas de infringir decreto estadual em Amontada

O grupo foi autuado, na segunda-feira (5), suspeito de descumprir medidas sanitárias estabelecidas por decretos municipal e estadual de enfrentamento contra a Covid-19.

Publicidade
Publicidade

mais lidas

Hospitais cheios, pessoas lutando pela vida nos leitos, profissionais da saúde trabalhando à exaustão. Mesmo em meio a esse cenário vivido por moradores de Amontada, no litoral do Ceará, ainda há quem prefira sair de casa para curtir festas e participar de aglomerações, colocando em risco à saúde de jovens, adultos e idosos. A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) identificou sete pessoas que aparecem em um vídeo divulgado nas redes sociais, ao lado de carros de luxo, ingerindo bebidas alcoólicas e até assistindo à apresentação de um cantor de forró. O grupo foi autuado, nessa segunda-feira (5), suspeito de descumprir medidas sanitárias estabelecidas por decretos municipal e estadual de enfrentamento contra a Covid-19.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Dunas da Praia de Moitas, em Icaraizinho de Amontada, município da Área Integrada de Segurança 17 (AIS 17) do Estado. O ponto turístico do litoral cearense foi o palco escolhido por empresários e comerciantes locais para promover aglomeração de pessoas, sem uso de máscara de proteção individual, em plena pandemia. De acordo com as apurações policiais, o vídeo de quase um minuto em que os investigados aparecem foi gravado na última sexta-feira (2) e circulou nas redes sociais.

“O colapso no sistema de saúde brasileiro não parece frear os desejos de jovens que seguem participando de festas clandestinas e pondo em risco à saúde da coletividade”, avalia a titular da Delegacia Municipal de Amontada, Flávia Fonseca. “Enquanto perdemos pessoas queridas todos dias por causa da Covid-19, nós, policiais civis, estaremos sempre comprometidos com a lei e em favor da vida. Nós também estamos na linha de frente, nos arriscando todos os dias pela vida dos outros. O mínimo que a gente espera das pessoas é empatia e senso de responsabilidade. Não é razoável que pessoas festejem num momento tão delicado na vida de centenas de famílias enlutadas por essa doença”, completa a delegada.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Após identificação dos suspeitos por meio de recursos tecnológicos e inteligência policial, o grupo foi intimado a comparecer à delegacia, na manhã de ontem. Eles assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por infração à determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. O caso foi remetido ao Poder Judiciário, que ficará encarregado de processar e julgar os investigados. Outras pessoas também já foram identificadas e serão intimadas a prestar depoimento na delegacia.

Faça sua parte!

A população pode e deve colaborar para que as medidas sanitárias sejam cumpridas, diminuindo as chances de novas contaminações durante o período de vigência dos decretos. Fique em casa com seus familiares, redobre os cuidados com a higiene pessoal e informe, por meio dos canais de denúncias dos órgãos de fiscalização, os locais onde ocorrem aglomerações e o descumprimento do decreto estadual com medidas para evitar a proliferação do coronavírus.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais no município de Amontada. As denúncias podem ser feitas para o número (88) 3636-5400, da Delegacia Municipal de Amontada. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Publicidade

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!