25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Adolescente é apreendido suspeito de matar o próprio pai e congelar partes do corpo em Fortaleza

A vítima, um homem de 38 anos, foi morto, com um tiro de pistola, no último dia 23.

Publicidade
Publicidade

mais lidas

Uma investigação da Polícia Civil do Ceará (PC-CE) elucidou um crime que teve como vítima um homem de 38 anos. O suspeito de cometer o crime é o filho da vítima, um adolescente de 16 anos, que já respondeu a um ato infracional por posse irregular de arma de fogo. Para ocultar o corpo, o suspeito teve apoio da namorada do pai, uma mulher de 21 anos, que também foi presa. Os detalhes da investigação policial foram divulgados na manhã desta terça-feira (28), na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Fortaleza.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A vítima, um homem de 38 anos, foi morta, com um tiro de pistola, no último dia 23. O crime ocorreu dentro do imóvel onde ele morava com a namorada – identificada como Sara Nascimento Parente de Morais, de 21 anos, que não registrava antecedentes criminais – e onde o filho de 16 anos frequentava. Conforme as investigações, após atirar no pai, o adolescente esquartejou a vítima e, com a ajuda de Sara, congelou pernas e braços a fim de ganhar tempo para a ocultação do crime. A morte teria ocorrido após uma discussão entre pai e filho. A dupla passou três dias com o corpo da vítima no apartamento, até que, na madrugada do dia 26, eles saíram com parte do corpo da vítima em um saco e jogaram às margens da rodovia BR 020, na altura do 4º anel viário. Já as partes congeladas, foram colocadas em uma caixa e abandonadas em uma rua no bairro Canidezinho.

Os policiais civis do DHPP chegaram aos suspeitos logo após iniciarem as investigações, com diligências no local onde o crime foi praticado. Durante a vistoria dos policiais no imóvel, foi apreendida uma pistola calibre 380, com vasta quantidade de munições do mesmo calibre, possivelmente utilizada no crime. A pistola foi encaminhada à Perícia Forense do Ceará (Pefoce) onde passará por exames de comparação balística. Ainda no local, foi encontrado um projétil que também foi encaminhado para perícia. O carro da vítima, que foi utilizado pelos suspeitos para ocultar o corpo dele, também foi localizado e apreendido.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Diante dos fatos, o adolescente foi encaminhado para a sede da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) onde foi lavrado um Ato Infracional por homicídio e ocultação de cadáver. Já Sara foi autuada por ocultação de cadáver e corrupção de menor. As investigações seguem no sentido de concluir sobre a motivação do crime.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Publicidade
Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!