25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Polícia Civil prende em Itapipoca mais um suspeito investigado por fraudes bancárias

De acordo com o delegado Ismael Araújo, titular da Delegacia de Combate aos Crimes de Lavagem de Dinheiro, o suspeito é investigado desde 2017.

Publicidade
Publicidade

mais lidas

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) cumpriu, nesta quarta-feira (26), um mandado de prisão preventiva contra Jhon Anderson Teixeira Alves, 28 anos, suspeito de participação em assaltos e golpes contra instituições bancárias no Ceará e em outros estados da federação. O mandado foi cumprido no município de Itapipoca

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com o delegado Ismael Araújo, titular da Delegacia de Combate aos Crimes de Lavagem de Dinheiro, Jhon Anderson é investigado desde 2017, quando foi autuado em flagrante pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica após tentar sacar benefícios com documentações falsas em uma agência bancária em Mossoró, no Rio Grande do Norte.

No ano seguinte, o suspeito teria participado de um ataque contra uma agência bancária, durante o mês de outubro, no município de Araioses, no Maranhão. Ele foi identificado a partir de imagens de câmera de segurança. O carro utilizado na ação criminosa, modelo Audi, foi incendiado pouco depois, mas o chassi foi identificado por meio de perícia realizada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão (SSP/MA). Além disso, o veículo também aparecia em imagens compartilhadas por Jhon Anderson nas redes sociais.

Operação Fragmentado

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

As investigações iniciaram a partir das apurações do crime de lavagem de dinheiro do grupo. A ação consistia na conversão de recursos financeiros oriundos do estelionato que gerava lucros e era convertido em patrimônio. O patrimônio, como apontam os levantamentos policiais, era registrado em nome de “laranja”, sendo esta a forma de ocultação dos bens, tentando tornar o que era ilícito em bens lícitos, configurando assim o crime de lavagem de dinheiro. Ainda conforme as investigações, os crimes eram cometidos contra instituições financeiras mediante a abertura de contas fraudulentas com a utilização de documentos falsificados.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Publicidade
Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!