Pix bate recorde com 152,7 milhões de transações em um dia

Transferências instantâneas alcançam novo patamar de popularidade, impulsionando a economia brasileira

Publicidade

Mais lidas

Cada vez mais utilizado pelos brasileiros na hora de pagar contas e transferir dinheiro, o Pix alcançou recorde de transações na última quarta-feira (6). Foram 152,7 milhões de transferências instantâneas, segundo o Banco Central (BC). Essa marca superou o recorde anterior de 142,4 milhões de transações em 4 de agosto.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O Banco Central avalia que esses números refletem a forte adesão de pessoas e empresas ao Pix, que se consolidou como uma ferramenta fundamental no sistema financeiro nacional. Além disso, as transações realizadas na última quarta-feira somaram um montante de R$ 76,1 bilhões, com um valor médio de R$ 498,42 por transferência em tempo real.

Mais da metade (55,86%) das transferências feitas nesse dia foram entre pessoas físicas. O BC destaca que as transações de pessoas físicas para pessoas jurídicas têm sido o principal vetor de crescimento recente. Em setembro de 2022, essa modalidade representava 22,5% do total de transações Pix. No mês de agosto, esse número alcançou 33,3%, demonstrando a crescente confiança das empresas no uso do Pix como forma de pagamento.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“A maturação do Pix, a conveniência no seu uso e o desenvolvimento de soluções de integração pelo mercado estão permitindo uma maior diversificação nos casos de uso, aumentando sua importância no bom funcionamento da economia nacional,” afirma o Banco Central.

Desde seu lançamento em novembro de 2020, o Pix tem conquistado cada vez mais espaço no cotidiano dos brasileiros. O país conta atualmente com 650,7 milhões de chaves Pix cadastradas, sendo 92% delas associadas a pessoas físicas. Além disso, a faixa etária de 20 a 39 anos é responsável por 60% das transações realizadas, demonstrando a adesão especialmente entre os jovens.

O sucesso do Pix não apenas simplificou as transações financeiras, mas também contribuiu significativamente para a dinamização da economia nacional, promovendo maior agilidade e eficiência nas operações financeiras cotidianas. Com recordes sucessivos de utilização, o Pix continua a moldar a forma como os brasileiros lidam com seu dinheiro, consolidando-se como uma ferramenta indispensável no cenário financeiro do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!