Correios promovem licitação eletrônica para venda de veículos operacionais no Ceará

Estatal disponibiliza quatro veículos leves utilizados em atividades operacionais, com propostas até o dia 5 de junho às 9h.

Portal Itapipoca Portal Itapipoca
2 Min Read
- PUBLICIDADE -

Os Correios estão conduzindo uma licitação eletrônica para a venda de quatro veículos leves que desempenharam funções operacionais no estado do Ceará. Marcada para o próximo dia 5 de junho, às 14h, a licitação requer que os interessados enviem suas propostas até as 9h do mesmo dia, conforme as condições estabelecidas no edital disponível para consulta no endereço eletrônico http://www.licitacoes-e.com.br. O número da licitação para acesso ao documento é 1043543, podendo ser encontrado após selecionar “Opções” e então “Listar documentos” após o carregamento da página.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Antes do dia da licitação, os interessados têm a oportunidade de inspecionar os veículos na unidade dos Correios em Fortaleza, localizada na Av. Almirante Tamandaré, 75 – Praia de Iracema. As visitas podem ser realizadas em dias úteis, das 8h às 11h e das 13h às 16h. Para mais detalhes, entre em contato pelo telefone (85) 3255-7752.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Para esclarecimentos adicionais, os interessados podem enviar suas solicitações para o endereço de e-mail [email protected].

A iniciativa reflete o compromisso da estatal em renovar sua frota, composta por 25 mil veículos e mais de 8 mil bicicletas, visando uma operação mais eficiente. Para o ano de 2024, está prevista a aquisição de aproximadamente 1.893 furgões de 600 kg, 916 furgões de 1.000 kg, 50 furgões elétricos de 1.000 kg, 2.036 bicicletas elétricas e 3.996 bicicletas convencionais com baú.

Compartilhe
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Advertisement -

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!