Grupo de brasileiros repatriados da Faixa de Gaza chega ao Brasil em voo da FAB

Aeronave KC-30 pousa em Brasília após 15 horas de voo, trazendo 48 pessoas, incluindo 11 com dupla cidadania e 37 palestinos, parentes de brasileiros. Autoridades brasileiras recebem o grupo na Base Aérea.

Publicidade

Mais lidas

Na madrugada desta segunda-feira (11), um novo grupo de brasileiros foi repatriado da Faixa de Gaza, chegando ao Brasil em um voo da Força Aérea Brasileira (FAB). A aeronave KC-30 decolou do Cairo, capital do Egito, às 19h03 (hora local) de domingo (10) e pousou às 3h47 na Base Aérea de Brasília. O grupo, composto por 48 pessoas, foi recebido por autoridades brasileiras e passará os primeiros dias em Brasília, recebendo apoio psicológico, imunização e auxílio na documentação. Entre os repatriados, 11 possuem dupla cidadania (Brasil-Palestina), e 37 são palestinos, parentes de cidadãos brasileiros. O grupo é diversificado, incluindo 27 crianças e adolescentes, 17 mulheres (duas idosas) e quatro homens adultos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

No último sábado (9), o grupo recebeu autorização para cruzar a fronteira de Rafah, no sul de Gaza, em direção ao Egito, de onde seguiram de ônibus até o Cairo. Na capital egípcia, foram recebidos por diplomatas brasileiros e embarcaram para o Brasil. Segundo informações do Itamaraty, 24 pessoas da lista de 102 enviada pelo Brasil às autoridades israelenses não obtiveram autorização para cruzar a fronteira, incluindo sete palestino-brasileiros. As razões para a negação não foram informadas pelo governo brasileiro.

O secretário nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), André Quintão, afirmou que, inicialmente, os repatriados passarão de dois a três dias em Brasília, recebendo apoio psicológico, imunização e estabelecendo contato com familiares. Alguns serão direcionados às casas de familiares e amigos, enquanto aqueles sem referência serão abrigados no Sistema de Assistência Social.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Uma das repatriadas, Yasmeen Rabee, relatou as dificuldades em Gaza, onde sua casa foi bombardeada, deixando-os sem comida e moradia fixa. Ela expressou a terrível situação na região, mencionando a perda de amigos, tia e filhos dela. Desde o início da guerra entre Israel e o Hamas em outubro, o governo brasileiro já repatriou 1.524 brasileiros e palestino-brasileiros da Faixa de Gaza e de cidades israelenses, realizando 11 voos pela Operação Voltando em Paz. O primeiro grupo, composto por 32 brasileiros, desembarcou em 13 de novembro e foi recebido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!