Campanha Julho Verde-Escuro: conscientização e prevenção contra o câncer ginecológico

Exames preventivos e diagnóstico precoce são fundamentais para reduzir a incidência desses tumores no Brasil

Publicidade

Mais lidas

No mês de julho, uma campanha de conscientização ganha destaque na luta contra o câncer ginecológico. Denominada Julho Verde-Escuro, a iniciativa visa chamar a atenção da população para a importância dos exames preventivos e do diagnóstico precoce dessas doenças, que afetam os órgãos do aparelho reprodutor feminino. Apesar da alta incidência no país, medidas de prevenção e cuidados adequados podem reduzir drasticamente o número de casos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com o chefe do Departamento de Ginecologia Oncológica do Instituto Nacional de Câncer (Inca), Gustavo Guitmann, os cânceres ginecológicos estão entre os mais recorrentes em mulheres no Brasil. Tumores no colo do útero, no corpo do útero e no ovário são as ocorrências mais frequentes. O câncer de colo do útero ocupa o terceiro lugar, com uma média de 17 mil casos por ano, seguido pelo câncer de corpo do útero, em sétimo lugar, com aproximadamente 7,8 mil casos, e o câncer de ovário, com 7.310 casos em termos de incidência.

A detecção precoce é essencial para o tratamento eficaz dessas doenças. Sintomas como sangramentos incomuns e secreção vaginal fora do padrão devem ser investigados, especialmente se a mulher tiver histórico familiar de câncer ginecológico. No entanto, a prevenção é a melhor estratégia para combater esses tumores. Realizar exames periódicos e manter consultas regulares com o ginecologista são fundamentais para a saúde feminina.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Um exemplo de como a prevenção pode salvar vidas é a história de Patrícia Lins, servidora pública que descobriu um tumor no endométrio, no corpo do útero, quando estava com o casamento marcado. Após discutir as opções com seus médicos, optou pela retirada do órgão. Embora a decisão tenha trazido impactos emocionais, Patrícia ressalta que a manutenção dos exames de rotina foi fundamental para a descoberta precoce do câncer.

Segundo o ginecologista Leonardo Campbell, a detecção precoce é crucial na batalha contra o câncer ginecológico. Ele destaca que, antigamente, a taxa de sobrevivência era baixa, mas graças aos avanços no diagnóstico precoce, cerca de 80% das pacientes atualmente conseguem superar a doença. Campbell reforça a importância dos exames de rotina, como a ultrassonografia transvaginal, para identificar alterações suspeitas.

Patrícia Lins, a servidora pública que enfrentou o câncer, enfatiza a necessidade do check-up anual. Ela alerta amigas e familiares que negligenciam os cuidados com a saúde, afirmando que o preço de não cuidar da saúde é muito maior no longo prazo do que o custo de um simples exame preventivo.

Com a Campanha Julho Verde-Escuro, busca-se disseminar informações sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer ginecológico. A conscientização da população é essencial para reduzir a incidência dessas doenças e garantir a saúde e o bem-estar das mulheres brasileiras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!