Câncer de bexiga: Tabagismo é principal fator de risco e mata mais de 800 mil pessoas no mundo

Julho é mês de conscientização sobre o câncer de bexiga, o tipo de tumor mais comum em homens e segundo mais frequente no trato urinário.

Portal Itapipoca Portal Itapipoca
2 minuto(s) de leitura
- PUBLICIDADE -

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), estima-se que 11.370 novos casos da doença serão diagnosticados em 2024 no Brasil, sendo 7.870 em homens e 3.500 em mulheres.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O tabagismo é o principal fator de risco para o câncer de bexiga, responsável por cerca de 50% dos casos. Outros fatores de risco incluem exposição a substâncias químicas, alguns medicamentos e suplementos dietéticos, histórico familiar, idade avançada e ser homem branco.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Sintomas:

  • Sangue na urina (hematúria) – principal sinal de alerta, podendo estar presente em 80% dos pacientes, mesmo no início da doença.
  • Aumento da frequência urinária
  • Ardência ao urinar
  • Urgência para urinar
  • Jato urinário fraco

Prevenção:

  • Não fumar: Eliminar o tabagismo é a principal medida para prevenir o câncer de bexiga.
  • Manter hábitos saudáveis: Alimentação balanceada, consumo adequado de água e prática de exercícios físicos regulares também contribuem para a prevenção.
  • Evitar exposição a substâncias químicas: No trabalho ou em casa, siga as medidas de segurança adequadas para evitar contato com produtos químicos nocivos.

Diagnóstico e tratamento:

O diagnóstico do câncer de bexiga é feito através de exames de urina e de imagem, como ultrassom, tomografia computadorizada e cistoscopia. O tratamento varia de acordo com o estágio da doença e pode incluir cirurgia, quimioterapia, radioterapia ou imunoterapia.

Conscientização:

A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) alerta para a importância da detecção precoce do câncer de bexiga, quando as chances de cura são maiores.

Em julho, a SBU promove campanhas de conscientização nas redes sociais para informar a população sobre a doença.

Lembre-se: O câncer de bexiga pode ser prevenido e tratado com sucesso quando detectado precocemente. Consulte um médico se apresentar qualquer um dos sintomas mencionados.

Compartilhe
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Advertisement -
Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!