25.1 C
Itapipoca

Nós Itapipoca

Polícia Civil apreende cerca de R$ 1 milhão em bens durante operação em Itapipoca e outras cidades do CE

As investigações que subsidiaram a ‘Dominus’ foram conduzidas pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

mais lidas

Orlângelo e Ariadna Sampaio realizam live de lançamento da premiada canção “No céu do Jardim”

Composição venceu o II Festival de Música da Assembleia Legislativa (2020). Um videoclipe produzido especialmente para o single também será disponibilizado pelos artistas.

Deputados aprovam multa de até R$ 1.001 para quem não usar máscara no Ceará

Multa para pessoa física é de R$ 100, podendo subir para R$ 300 em caso de reincidência.

Mais de 8 mil cadastros de imóveis rurais foram analisados e aprovados pelo Idace

Até junho tinham sido avaliados 5.908 cadastro, resultado do teletrabalho implantado na instituição devido à pandemia provocada pela Covid-19.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) divulgou, na manhã desta sexta-feira (24), o balanço da segunda fase da operação “Dominus” deflagrada em Fortaleza e no Interior Norte, visando ao combate às organizações criminosas (orcrim) e à lavagem de dinheiro. Em torno de R$ 1 milhão em bens e duas armas de fogo foram apreendidos pelos investigadores, que cumpriram 16 mandados de busca e apreensão nessa quinta-feira (23). Três pessoas foram capturadas, sendo duas pessoas em Itapipoca e outra em Fortaleza.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

As investigações que subsidiaram a ‘Dominus’ foram conduzidas pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). A primeira etapa da operação ocorreu em 4 de janeiro de 2018, quando os policiais civis da Draco prenderam Francisco Talvane Teixeira (45), em Itapipoca, na Área Integrada de Segurança 17 (AIS 17) do Ceará. Na época, o homem era alvo da delegacia especializada sob suspeita de chefiar o tráfico de drogas no município. Talvane foi executado no dia 26 de abril de 2019, em Fortaleza, quando cumpria medida cautelar imposta pelo Poder Judiciário, deixando vaga a posição de chefia do grupo criminoso.

Em continuidade aos trabalhos policiais, a Draco focou na desarticulação do grupo de Talvane e nas prisões de pessoas que ascenderiam ao cargo de chefia após a sua morte. De posse de todos os indícios, os investigadores da Draco, com o apoio dos departamentos Técnico Operacional (DTO), de Polícia Judiciária Especializada (DPJE) e de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPJI Norte), realizaram a segunda fase da ‘Dominus’ em quatro cidades: Fortaleza, Amontada, Bela Cruz e Itapipoca. Entre os presos, está o atual chefe do grupo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“A operação teve como finalidade mapear o fluxo financeiro representado por Francisco Talvane, que movimentava uma quantia em dinheiro oriunda de crimes. Com a morte do chefe dessa organização criminosa, a Draco continuou as investigações para identificar a cadeia sucessória do grupo. Então, ontem, cumprimos os mandados de busca e apreensão em Fortaleza e na Região Norte, que resultaram nas apreensões de veículos de luxos dessa grande quantia em dinheiro e de outros bens”, explica o delegado geral da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), Marcus Rattacaso.

As equipes apreenderam mais de R$ 265 mil em espécie, três veículos de alto valor no mercado – um deles blindado; duas pistolas calibre 380, munições, relógios de luxo, além de computadores, celulares e outros objetos. Em Fortaleza, foram cumpridas decisões judiciais nos bairros Meireles (AIS 1), Bom Jardim (AIS 2), Granja Lisboa (AIS 2) e Manoel Dias Branco (AIS 10).

“Um dos veículos de luxo era blindado, o que representava uma maior segurança para quem o utilizava, que é justamente a pessoa investigada por ser o sucessor de Talvane. Não declinaremos os nomes, por enquanto, porque os fatos ainda estão sob investigação da Draco. Mas certamente novas operações serão deflagradas em momento oportuno a partir dos indícios colhidos nessa segunda fase”, destacou o delegado adjunto da Draco, Alisson Gomes.

Lavagem de dinheiro

O delegado geral, Marcus Rattacaso, explicou ainda a forma como as organizações criminosas agem para despistar os valores arrecadados por intermédio de práticas ilícitas. “A lavagem de dinheiro é feita de diversas formas por esses grupos. Seja por meio de automóveis de luxo e de patrimônios em geral, bem como a existência de dinheiro em espécie, como o apreendido durante a operação. Isso porque esses valores não deixam rastros contábeis”, explica.

A fala do delegado geral foi complementada pelo delegado Alisson Gomes, que destacou a importância da descapitalização da orcrim e a reversão desses bens para as forças de segurança do Estado. “Apuramos os crimes violentos de autoria do grupo, mas também investigamos o viés financeiro da organização criminosa, focando em seu desmantelamento e na reversão desses valores aos órgãos de segurança pública. Ou seja, para que esses bens, que antes serviam ao crime, passem a ser utilizados em seu combate pelas Polícias cearenses”, pontua.

Denúncia

A população pode contribuir repassando informações que ajudem nas prisões e apreensões de criminosos. As denúncias podem ser feitas pelo 181, que é o número do Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS); ou para o número (85) 98969-0182, que é o WhatsApp da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). O sigilo e o anonimato são garantidos.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

últimas notícias

Homem é preso com maconha e cocaína em Itapipoca

Drogas foram encontradas com o homem no Bairro São Francisco.

Dupla é presa após roubar comércio em Itapipoca

Crime aconteceu na tarde de terça-feira (11), na localidade de Lagoa das Mercês.

Ceará tem resultado histórico e alcança nível desejável de alfabetização em todos os municípios

Em evento transmitido ao vivo pelas redes sociais, com link em todas as regiões do Ceará, foram apresentados dados que apontam 92,7% das crianças alfabetizadas ao término do 2º ano fundamental.

Orlângelo e Ariadna Sampaio realizam live de lançamento da premiada canção “No céu do Jardim”

Composição venceu o II Festival de Música da Assembleia Legislativa (2020). Um videoclipe produzido especialmente para o single também será disponibilizado pelos artistas.

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!