Lula afirma que Bolsonaro estava “envolvido até os dentes” em perspectiva de golpe de Estado, segundo delação de ex-ajudante de ordens

Presidente comenta acordo de delação premiada do tenente-coronel Mauro Cid durante coletiva de imprensa na Índia

Publicidade

Mais lidas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez comentários incisivos sobre o ex-presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante uma coletiva de imprensa em Nova Déli, na Índia, onde se encontra em viagem internacional. As declarações de Lula foram uma resposta às recentes revelações trazidas pelo acordo de delação premiada do tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Lula declarou que, de acordo com a delação de Mauro Cid, Bolsonaro estava “envolvido até os dentes” em uma perspectiva de golpe de Estado. O presidente afirmou: “Acho que ele está altamente comprometido. A cada dia, vão aparecendo as coisas e, a cada dia, vamos ter certeza de que havia a perspectiva de golpe e que o ex-presidente estava envolvido nela até os dentes. É isso que vai ficar claro.”

O acordo de delação premiada de Mauro Cid foi homologado pelo Supremo Tribunal Federal no último sábado (9). No entanto, Lula evitou comentar detalhes específicos do acordo, afirmando: “Não sei o que está lá. Só sabe o delegado que ouviu e o coronel que prestou depoimento. O resto é especulação.”

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Lula também fez referência ao período em que Bolsonaro estava supostamente “preocupado em vender as joias” como a única chance que o ex-presidente tinha de não participar das questões controversas que afetaram o país. O presidente acrescentou: “Fora isso, ele é o responsável por parte das coisas ruins que aconteceram no nosso país.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!