Procuradoria-Geral da República pede arquivamento de inquérito contra deputado André Fernandes

Parlamentar foi acusado de incitar atos golpistas, mas PGR considera falta de provas contundentes

Publicidade

Mais lidas

A Procuradoria-Geral da República (PGR) encaminhou, nesta segunda-feira (10), ao Supremo Tribunal Federal (STF), um pedido de arquivamento do inquérito aberto contra o deputado federal André Fernandes (PL-CE). O parlamentar havia sido acusado pela Polícia Federal (PF) de incitar atos golpistas em janeiro deste ano por meio de publicações nas redes sociais.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em uma postagem feita no dia 6 de janeiro, Fernandes compartilhou um vídeo intitulado “ato contra o governo Lula” e escreveu: “Neste final de semana acontecerá, na Praça dos Três Poderes, o primeiro ato contra o governo Lula. Estaremos lá”. Posteriormente, durante os atos, ele publicou uma imagem da porta do armário do ministro Alexandre de Moraes, que havia sido vandalizada, e legendou: “Quem rir vai preso”.

No entanto, ao analisar as declarações, o subprocurador Carlos Frederico Santos, coordenador do grupo responsável por investigar os atos golpistas, concluiu que as frases publicadas não faziam menção direta a atos de violência. Santos ressaltou que, embora uma publicação em rede social possa influenciar um resultado delitivo, replicar um conteúdo já conhecido por milhares de pessoas torna impossível determinar o nível de influência do investigado. Isso leva à suposição indemonstrável de causalidade, caso a persecução penal prossiga.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O pedido de arquivamento será agora analisado pelo relator do caso, ministro Alexandre de Moraes.

Em resposta ao pedido de arquivamento, o deputado Fernandes se pronunciou por meio das redes sociais, afirmando: “Após 5 meses de investigação, a mesma PGR que pediu ao STF a abertura de inquérito contra mim, pediu hoje o arquivamento”. A defesa do parlamentar destacou a mudança de postura da PGR ao solicitar o arquivamento, levando em consideração a falta de provas contundentes.

O desfecho desse inquérito e a decisão do STF em relação ao pedido de arquivamento poderão trazer novos desdobramentos a respeito do caso envolvendo o deputado André Fernandes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Conteúdo protegido!

 

Você não tem permissão para copiar/reproduzir nosso conteúdo!

Enviar mensagem
1
Fale conosco
Envia sua notícia ou denúncia para a nossa equipe de jornalismo!